31 de outubro de 2012

Como usar o Hotwire: passo-a-passo

Ainda que os gastos de brasileiros no exterior tenham recuado um pouco no último relatório do Banco Central, é fato consumado que nos últimos tempos os brasileiros têm viajado cada vez mais ao exterior.
E apesar das viagens internacionais estarem mais acessíveis do que anos atrás, estamos sempre em busca de um preço melhor, principalmente naquilo que mais pesa no orçamento de viagem: passagem aérea e estadia.
Ao menos que você tenha aquela raríssima espécie de árvore de dinheiro no quintal de casa, o que não é o caso deste que aqui escreve, economizar é sempre bom.
Hotwire, para mim, uma novidade.

Melhor ainda se for para pagar pouco por algo de qualidade.
Talvez, assim como eu, você receba semanalmente algumas dúzias de e-mails de sites de compras coletivas ou de outros sites com sistemas mirabolantes que oferecem passagens e/ou estadias a preços para lá de atrativos, literalmente convidando-nos a desbravar novos destinos.
Mas será que dá para confiar? Como sou um sujeito para lá de desconfiado, sempre fico não com um, mas com os dois pés atrás quando vejo estas ofertas.
Embora não dê para generalizar, existe sim muito engodo e falcatrua neste meio. Afinal, os espertalhões, cientes da ânsia do brasileiro em viajar, vislumbram nisto um nicho muito promissor para suas “pegadinhas” e desrespeito ao consumidor.
Recomendo sempre muita cautela ao analisar estas propostas, procure sempre ler atentamente os prospectos, salvar as telas exibidas no site, e principalmente consultar a empresa que oferece o serviço. Se nacional, junto ao PROCON e ao Tribunal de Justiça local, onde é possível saber se elas têm algum processo relativo ao assunto. Ah, a empresa é de fora? Neste caso dê um Google utilizando os termos complaint / claim / demand, seguido do nome da empresa. Uma busca no Tripadvisor também ajuda.
Olha ai o lawyer mode On!!! 
É verdade que isto pode não garantir que você não tenha dores de cabeça, mas lhe ajudará a mensurar o risco no momento da decisão, ou eventualmente ter elementos para ser ressarcido posteriormente.
Bom, depois de tanto ouvir falar, resolvi testar um serviço que tempos atrás fiquei conhecendo pelo Viaje na Viagem, o HotWire.
A promessa do site é oferecer estadias de hotel, vôos, aluguel de carro e cruzeiros a preços muito acessíveis.
No Hotwire, a mágica está no fato de que você compra sem saber que hotel é. Como assim???
Pois é, você leu certo. Você compra o hotel sem saber o nome ou a localização exata. Segundo eles, para que seja possível a oferta de preços significativamente mais baixos, os hotéis colocam como condição que o Hotwire não informe o nome e o endereço específico, até que a reserva seja completada e paga.
Na verdade, embora a lógica do sistema seja mais complexa que isto, podemos dizer, segundo eles mesmos dizem, que o Hotwire negocia os quartos sobressalentes ou vagos disponibilizados pelos hotéis.
Tanto que o sistema apresenta maiores vantagens para aqueles que fazem reservas de última hora, algo que “quase” nunca acontece com a maioria dos brasileiros, e em locais onde a estadia é muito cara.
Bom, mas se você não sabe qual é o hotel, como funciona a busca?
Para facilitar, aproveitei uma compra para montar um passo-a-passo para hotéis:
Vá em HotWire, selecione a cidade, o período de estadia, além do número de quartos e hóspedes.
O sistema abrirá um pop-up com os resultados da mesma busca no Hotels.com, justamente para que você possa comparar, ainda que forma genérica, afinal você não tem o nome do hotel, o valor das estadias para aquele destino.

O resultado da busca poderá ser delimitado utilizando-se os filtros ali disponíveis.
O primeiro deles, Star rating, permite que você delimite o número de estrelas do hotel. Embora a classificação deles não seja oficial, os resultados ali apresentados são bem interessantes.
Como você pode conferir em How do our star ratings work? Eles classificam os hotéis segundo as redes ou marcas, indo desde um simples Holiday Inn (3 estrelas), até um Intercontinental ou Le Meridien. Nada mau. Eu mesmo acabei escolhendo um Holiday Inn bem bacana numa outra oportunidade.
Evidentemente é possível restringir a busca ao seu orçamento, utilizando a ferramenta Price e escolher quais as facilidades (tipo: estacionamento gratuito; café incluso e etc.) você deseja ter.
Outra ferramenta é o mapa interativo.
O mapa pode mostrar os pontos turísticos da região para uma melhor ideia dos arredores. 
Esta talvez seja a ferramenta mais importante do sistema, aquela que lhe dará maior segurança na escolha do seu hotel. Afinal uma das piores coisas é ficar em um hotel longe de todas as atrações turísticas. De que adiantaria economizar na diária para ter que gastar com transporte, por exemplo?
Embora a ferramenta seja bastante simples, recomendo que você dê uma olhada no Google Maps para verificar onde estão as principais atrações do seu destino, justamente para ter condições de melhor escolher as regiões a sem pesquisadas.
Feitos todos os filtros, se você parar o cursor no link See hotels in this class, terás um exemplo dos hotéis que podem ser o seu, digamos, pretendente neste namoro às cegas.

Clique em Show me para seguir para os detalhes do hotel, exceto o nome e endereço, é claro!
Cruze os dedos e clique em Book now ... ai é só preencher com seus dados pessoais.

Evidentemente que as compras ali não são passiveis de arrependimento. É eu sei, como advogado até acho isto ilegal por contrariar o Código de Defesa do Consumidor, mas uma vez que você está ciente da forma de funcionamento do sistema e aceita...
Mas isto não significa que não exista em absoluto direito de reembolso. O Hotwire dá a possibilidade da contratação de um seguro da Allianz (putz, como americano adora seguro!), no valor único de US$20 (para hotéis), que permite requerer o reembolso integral da quantia paga no caso de cancelamento da viagem por motivo de saúde ou alguma outra causa séria, como por exemplo, cancelamento de vôo e etc.

Vou ressaltar: não está ali previsto o mero arrependimento.
Segundo o Hotwire, para ter preços competitivos cancelamentos não são aceitos. Até ai nada de novo, pois esta prática é bastante comum quanto compramos diretamente com os hotéis no sistema de “pre paid” ou “advanced purchase”, onde o pagamento dá-se de forma antecipada e integral via cartão de crédito.
Feita a compra pelo cartão de crédito, e alguns segundos depois – uma pequena aflição também, é verdade - ai está o hotel reservado:

E como não dá para deixar de ser curioso, até mesmo para ver o resultado da escolha, vale a pena dar uma olhada no site do hotel.
A vantagem fica clara ao vermos o site do hotel!
Olhando o site do hotel, achei que a “escolha” foi boa no quesito custo x benefício. Principalmente se considerarmos que o preço final no Hotwire de US$ 554,37 (com café da manhã e o seguro já citado inclusos) foi bem menor que os US$ 635,38 oferecidos diretamente pelo hotel e sem chance nenhuma de cancelamento - para as mesmas datas é claro!
Vale ressaltar que Los Angeles tem uma das estadias mais caras do mundo, como apontado no utilíssimo “Ibismômetro” do Viaje na Viagem.
Note que se você pagar uma taxa, que neste caso era de US$ 118, você consegue o nome do hotel antes de finalizar a reserva. Mas ai tanto o ganho do usuário, quando o encontro às cegas vão para o espaço!!!
Pela forma como o serviço é contratado, evidente que não atende àquelas pessoas que querem ficar num hotel x, mas serve muito bem no caso de você não ter interesse em hospedar-se em um hotel específico.
Embora a economia que fiz possa não parecer lá grande coisa, é sempre bem vinda.
Trocando em miúdos, a estadia que era para ser de US$ 635,38 para 4 dias, isto é, US$ 158,84; acabou ficando por US$ 534,37, ou US$ 133,59 por dia, uma economia de US$ 101,01, já com o seguro acima mencionado.
Vale a pena? Bom, isto é bastante pessoal, mas considero que se colocarmos na ponta do lápis que em cada diária foi economizado uns US$25,25, teremos ao final de uma viagem de uns 20 dias (para não falar em 30!), nada menos que US$ 505, isto é, valor mais que suficiente para fazer  comprar, por exemplo o último modelo do IPAD na Best Buy.
Up date: no site Hotwire Revealed, eles fazem uma comparação estrelas x facilidades oferecidas x localização, e como resultado dão alguns hotéis que podem ser o oferecido pelo Hotwire. O resultado é fornecido em forma de percentual de similaridade, vale a pena dar uma conferida. No meu caso, funcionou!!! Só não sei por quanto tempo este "macete" ficará no ar... 
E ai? Convencido da vantagem? Fica a dica!.
Já testou o Hotwire ou algum outro serviço do tipo? Relate a sua experiência nos comentários.



12 comentários :

  1. Gostei da dica, mas pela escolha ser "as cegas" acho que a economia poia ser maior.
    Inclusive, já ouvi casos em que as economias foram beeeem maiores, será que procede?

    Abrax

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, de fato a economia poderia ter sido maior. Principalmente quanto mais perto voce esta da data da viagem.
      Neste exato momento estou no hotel que me `escolheram` em San Francisco. Excelente custo beneficio.

      Excluir
  2. Agradeço pela paciência da explicação. Estou indo pela primeira vez à NY e com 2 crianças. Na próxima vou usar o Hotwire, pois muitos amigos usam, mas por ser a primeira vez estou preferindo escolher o hotel de outra forma. Obrigada, mais uma vez!

    ResponderExcluir
  3. As taxas de serviços (12%) já estão incluídas no hotwire? Na maioria dos sites de hotéis, como booking, essas taxas não estão inclusas.

    ResponderExcluir
  4. Boa Noite! Olha ao menos nas experiências que tive e acima relatadas, o preço foi final. No hotel, nem tirei o cartão do bolso.

    ResponderExcluir
  5. Olá Diogo,
    Sabe me dizer se posso efetuar o pagamento com o cartão de crédito de outra pessoa ou em algum momento terei que apresentar o cartão ao hotel?

    ResponderExcluir
  6. Oi Fernanda,
    Nos dois hotéis em que me hospedei, nada foi pedido. Salvo o passaporte e o documento da reserva.
    Então não vejo porque eles não aceitariam.
    Todo caso, apenas por precaução, acho prudente questionar o próprio Hotwire a respeito.

    ResponderExcluir
  7. Muito boa suas dicas! Hotel eu não tive a coragem por ser minha primeira ida a Orlando sem falar inglês e ainda por cima vou sozinha. Mais o alguel do carro vou aventurar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lívia.
      Excelente escolha. Se quiser passe daqui para contar a sua experiência com a locação do carro.
      Boa viagem!!!

      Excluir
  8. Acabei de fazer reserva de um veículo o mais barato ficou por R$ 350,00 na empresa Dollar Rent Car(sem GPS) pretendo alugar na hora ou comprar um no walmart, contra aos sites de alguel que esta R$ 455,00 e com GPS ficaria R$ 513,00.
    Enfim tive uma econômia de R$ 105,00 isso pq estou cotando o dólar para minha compra 2,50 afinal até fechar minha fatura não sei quanto estará a cotação.
    Bjão adorei as dicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lívia,
      Eu nunca aluguei GPS nos EUA, sempre compro um chip pré pago da T-Mobile com pacote de dados e uso o Google Maps.
      Mais prático, atualizado e útil que o GPS.

      Excluir

Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida aqui