20 de março de 2014

Onde Ficar em Beijing? Beijing International Hotel

Beijing International Hotel.
Por mais que tenhamos notado um aumento geral nos preços nestes dez anos que separam as duas viagens que fizemos à China, não se pode negar que mesmo assim é um destino relativamente barato se comparado a outros como Europa, EUA e mais ainda em relação a outros países asiáticos como Japão e Singapura (esse é absurdamente caro!).
E mesmo que a passagem pese (e muito) no bolso do turista, sempre dá para compensar parte do custo da viagem com o que se economiza com hospedagem e alimentação.
E não pensem vocês que para tanto é preciso ficar em albergues ou hotéis mais baratos não.
Uma das grandes vantagens de se hospedar em Beijing é poder reservar um hotel de bom nível a um custo relativamente baixo.
E se tem uma coisa muito útil, na qual acredito que não compense economizar é hospedagem na China. Eu lhes garanto, depois de um dia perambulando pelas ruas de Beijing, vocês irão precisar de um hotel que lhes dê conforto e seja agradável.
Embora não seja adepto de hotéis lá muito cheios de firulas (por mim hotel tem que ser limpo e barato), confesso que em algumas situações, uma zona de conforto é essencial.
Foi o caso em Beijing, onde escolhemos o Beijing International Hotel, um dos hotéis mais tradicionais da cidade, e na minha opinião, um dos melhores em custo/benefício.
Segundo eles mesmos informam, o hotel seria um 5 estrelas. Particularmente, eu lhes diria que ele está mais para um bom 4 estrelas. Sempre achei este quesito de estrelas algo relativo e que claramente varia muito de lugar para lugar.
O hotel tem um estilo um pouco mais tradicional, mas é bem bonito por dentro.


O front desk foi bastante atencioso naquilo que solicitamos.
O hotel conta com praticamente mil quartos divididos em 27, já que no último andar existe um bar panorâmico, o Starlight Revolving Restaurant & Bar, que dizem ter belas vistas da região – pena que acabamos não visitando.
Eles oferecem 4 restaurantes; 1 café; e 2 bares além do dito bar panorâmico.
Embora atualmente não exista uma área de recreação, eles estão com um projeto bem interessante a ser implementado. E contam com algumas lojinhas.
Mas vamos à experiência.
A compra foi feita por meio do Hoteis.com, com diárias a partir de RMB 527,86, algo como R$ 209,77 com taxas, para o casal, sem café-da-manhã, num Standard King Bed Room com 26m², o que já nos atenderia muito bem.
Ao chegar ao hotel, o front desk do hotel, fomos questionados se éramos fumantes ou não. Felizmente não, pois a atendente nos disse que não teriam o quarto na categoria reservada e que por conta disso teríamos que aceitar um up-grade (o segundo do dia!). Momento #QueCoisaTriste!!!
Diante do “sacrifício”, aceitamos sem pestanejar.
Resultado, fomos parar numa Standard Suite com “só” 62m².
O quarto, composto por dois ambientes, era literalmente enorme. Um dos maiores em que já fiquei.
Só assim para poder dar uma ideia do tamanho.
Sala.

Adentrando ao quarto, havia uma confortável antessala com sofá, poltrona, mesa de centro, uma mesa de trabalho, e um móvel com TV e frigobar.
No quarto propriamente dito, apenas a cama, mais uma poltrona e uma outra televisão.
O ambiente como um todo, poderia em tese comportar confortavelmente quatro adultos.
A decoração do quarto é relativamente antiga, mas é extremamente bem conservado e limpo. Fiquei bastante impressionado e feliz com a escolha.
O banheiro, que se dividia em dois sanitários separados, um na entrada do quarto e outro próximo ao chuveiro. Ambos amplos e limpos.
Banheira.
E chuveiro separados.


Mimos.
Internet wi-fi gratuita no quarto. Evidentemente, todos os quartos contam com ar-condicionado, algo essencial no calor do verão de Beijing, acreditem.
O atendimento também não deixou a desejar não. Embora não tenha lá exigido muito do front desk, ao menos o check-in e check-out foram rápidos sem contratempos.
Infelizmente não tenho como opinar a respeito do café da manhã, pois diante da praticidade x custo, decidimos comprar as coisas que queríamos para fazer um “café-personalizado-no-quarto” – coisa que sempre fazemos quando estamos sem tempo ou desejamos salvar uma grana.
Mas para quem quiser, ele custa RMB 160 por pessoa, algo como R$ 61. Eu acho caro!
Quem sabe "operar" uma máquina de chá-café
E usar racionalmente um frigobar faz milagres nestas horas!
Como tínhamos muita coisa para ver e fazer em Beijing, nem tive oportunidade de experimentar a infra estrutura oferecida pelo hotel. Eles têm um projeto de modernização da área de lazer, e pretendem ampliá-la com a construção de novos itens e inclusive um spa.
No armário, cofre, roupão, chinelos e etc.
E bem... prefiro nem pensar na utilidade disso!
O hotel tem uma excelente localização. Situado apenas uma quadra (é verdade que elas são enormes!) da estação Dongdan do metrô, você tem acesso a praticamente qualquer lugar da cidade sem depender de táxis (o que é uma benção!).
São apenas mais duas estações e você estará na Praça da Paz Celestial. Melhor impossível.
Esta localização também facilita o acesso de/para o aeroporto, já que você também poderá utilizar o metrô, poupando dinheiro e tempo no caótico trânsito de Beijing.
Para tudo isso, fala se não é uma pechincha? É o custo China!


E ai? Gostou? Se quiser reservar este e outros hotéis, dê um clique no banner do Booking.com e faça sua reserva, assim você ajuda na manutenção deste blog e não paga nada a mais por isso!

Quer receber mais dicas de viagem e saber quando saem os próximos posts?
Curta nossa página no Facebook, aqui.
Siga-nos no Twitter @cumbicao.
E no Instagram – Cumbicão.
Booking.com

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida aqui