15 de outubro de 2014

Dicas de Dubai: Aeroporto e Como locomover-se em Dubai

Dubai Airport.
Antes de falarmos sobre as atrações de Dubai, vamos conversar um pouco sobre o aeroporto e como se locomover por lá.


Hub da Emirates e um dos 20 aeroportos maismovimentados do mundo, o Aeroporto Internacional de Dubai (DXB) está a apenas 5km do centro da cidade. Como não poderia ser diferente, já que a cidade investe pesado em turismo, o aeroporto de Dubai é incrivelmente moderno e funcional.

O aeroporto em si já é quase uma atração. Com três terminais, o T1 é dividido entre empresas variadas que operam principalmente voos de longa distância; o T2 é exclusivo para empresas de low-cost locais; e no T3 a Emirates opera sozinha – a QANTAS que como já dissemos aqui tem um acordo de compartilhamento com os emires, também opera neste terminal.

Como se não bastasse o tamanho do T3, a Emirates fez um “puxadinho” em grande estilo para comportar seus mais de 31 A-380. É mole?
Um terminal só para guardar brinquedinhos como este.
Aliás o review completo do nosso voo nesta super aeronave vocês conferem aqui.

O aeroporto de Dubai é um dos mais modernos e bonitos que já vi. Acho que só perde para Changi mesmo.
Diante dos portões de embarque, um enorme jardim.


Quem estiver com crianças vai adorar o fato de que eles fornecem aos montes e gratuitamente carrinhos de bebê.
O duty-free do aeroporto é um dos mais interessantes do mundo, e certamente na hora de sair de Dubai vale chegar mais cedo ainda ao aeroporto (sim, o da saída é mais interessante). Não vai comprar nada? Ainda vale a pena o passeio.
Dubai duty-free.

Com uma quantidade de lojas que faz ele mais parecer com um shopping do que outra coisa, tem direito até mesmo a supermercado interno. Lá eles sequem o esquema de uma loja grande, que vende principalmente perfumes, tabaco, bebidas e eletrônicos; e uma série de outras lojas menores mas não menos interessantes. Tem até loja de souvenires se você tiver esquecido de comprar alguma lembrancinha.
Lojas de grife.
E uma grande loja de souvenires.
Mas para mim esta é a mais legal!!! Coisas de Cumbicão!!!!
Ainda que o site do duty-free de Dubai não faça jus ao que se vê lá pessoalmente, ele guarda uma funcionalidade que vi em pouquíssimos lugares. Eles têm uma página com o preço atualizado de tudo que é vendido lá.

Ou seja, você já pode saber de antemão o que tem lá e o quanto custa. Não deveria ser esta a regra??? Transparência nota 10!!! Tem coisa pior que deixar para comprar algo no duty-free e chegar lá não ter ou custar mais caro que fora do aeroporto?

Enfim, se estiver indo para lá vale dar um click no botão Dubai Duty-Free Products Price List.

Algo curioso é que como se não bastassem os produtos de luxo vendidos no duty free, eles ainda fazem uma rifa, sim uma rifa entre os frequentadores para sortear motos e carros de luxo – de Ducati à Porsche; de Harley Davidson a Lamborghini. Confira aqui as regras de participação – quero é ver passar pela Receita Federal com o prêmio...
Na época a "rifa" estava valendo um Bentley. Simples assim.
E já que o assunto é aeroporto, vale destacar que Dubai tem uma alfândega bastante rígida quanto a certos itens. Em hipótese alguma entre lá portando os seguintes itens: armas de fogo e explosivos; drogas, narcóticos, venenos, produtos químicos industriais e perigosos (como se precisasse avisar!); pornografia de qualquer tipo; vinhos, destilados e produtos de porco; pérolas naturais. Ressalto que para estrangeiros existe a permissão de entrar portando a título de duty free até 2000 cigarros ou 400 charutos ou 2 kg de tabaco; 2 litros de destilados, 2 litros de vinho e 200 ml de perfume para uso pessoal.

Mas como ir do aeroporto à cidade?

Dependendo da localização do seu hotel, a mais prática e mais econômica pode ser utilizando o metrô que atende os terminais T1 e T3.
A melhor opção seria o metrô.
Mas pelo dia-horário, só táxi mesmo.
Só fique atento aos horários, pois se você como nós estiver chegando lá na parte da manhã e começo da tarde da sexta-feira, encontrará o metrô parado. Sim, por conta do horário religioso (sexta-feira é dia santo), ele só funcionada após as 13h00.

Por conta disso, acabamos indo para o hotel de táxi.

Táxi é relativamente barato em Dubai – eu sempre tenho a tendência de achar caro! O preço de uma corrida de táxi em Dubai é relativamente barata. Só para dar um comparativo, o trajeto do aeroporto ao hotel situado na região do Trade Centre, uns 12km saiu por AED 51,50 ou R$ 33,51. Nada mal.
Lá os táxis têm sempre a cor bege e o teto colorido.
O interessante é que lá existem táxis exclusivos para mulheres e famílias. Eles têm teto cor-de-rosa (nos demais é vermelho) e são dirigidos por mulheres. Seu uso é exclusivo às mulheres e casais.

Outra opção de transporte em Dubai é o metrô. O sistema administrado pela Autoridadede Transporte Rodoviário (RTA) é limpo e moderno. Inaugurado em 2009, já conta com mais de 40 estações em suas duas linhas.

A vermelha, mais extensa com 29 estações (4 subterrâneas e 25 na superfície), corre paralela à praia e serve boa parte das atrações locais. Já a verde, bem mais curta, atende a região mais central e antiga e central de Dubai – ao redor do Dubai Creek.

As principais atrações locais podem ser acessadas via metrô: Centro da cidade, Creek e Gold Souk (estação Union Square); Shopping Burjuman (estação Khalid Bin Al Waleed); Dubai Mall, Burj Khalifa (estação Burj Khalifa); Mall of the Emirates; hotel Atlantis The Palm (estação Dubai Internet City + monotrilho); Dubai Marina e Marina Walk (estação Dubai Marina).
O mapa com as linhas do metrô de Dubai.
Para as atrações situadas na orla, como o hotel Burj al Arab, sugiro ir de táxi a partir da estação mais próxima a Mall of the Emirates.

No quesito tecnologia e funcionalidade os emires deram um show. É um dos metrôs mais belos que já vi, e um dos mais modernos também. Basta notar que os trens são operados remotamente.

Neste quesito, recomendo um passeio pela linha vermelha especialmente no trecho da Sheikh Zayed Road, onde o metrô passa por vários prédios futuristas. Momento Blade Runner!!!
O visual futurista e clean da Sheikh Zayed Road.
Boa oportunidade de conferir os prédios modernos da região.
Suas modernas estações são facilmente confundidas com os prédios futuristas. Internamente, os emires tiveram uma ideia parecida com a que tiveram os suecos em Estocolmo, cada estação tem uma decoração distinta– o diferencial é que enquanto em Estocolmo as estações tem um ar meio rústico, em Dubai elas são extremamente futuristas.
Por fora, as estações podem ser modernas
Ou ter um ar mais antigo. Tudo para combinar com os prédios ao redor.
E por dentro elas são bem diferentes também.


Ainda que funcional e moderno, o metrô não funciona 24hs por dia. Para evitar surpresas como a que tivemos ao desembarcar, anote o horário de funcionamento: sábado à quarta-feira das 5h50h às 0h00; quinta-feira das 5h50h às 1h00; e sexta-feira das 13h00 às 1h00, neste caso em respeito aos horários religiosos, pois é acredite!

Assim como outras metrópoles, o metrô é cobrado conforme a distância percorrida. Dubai está separada em Zonas – a maioria das atrações estão nas zonas 2, 5 e 6.

Em linhas bastante gerais, as tarifas são as seguintes:

Se dentro a viagem tiver 3km ou menos: AED1,80. Se superior à 3km e estiver dentro da mesma zona: AED 2,30. Se começa em uma zona e termina em outra vizinha AED 4,10. E por fim, se exceder duas zonas: AED 5,80. Para atualização dos valores e condições, sugiro uma visita à página detarifas da RTA.

Como pagar? As viagens podem ser pagas com o cartão pré-pago NOL ou com bilhetes unitários. E embora existam 4 tipos de cartão diferentes, o mais recomendado para uso casual (leia-se turista) utilizar bilhetes unitários para poucos deslocamentos, ou o Nol Red Ticket, onde é possível recarregar com até 10 viagens.

A compra do cartão pode ser feita em qualquer estação, on-line, ou nos postos de venda indicados pela RTA. Já os bilhetes, apenas nas estações.
Para comprar os bilhetes nas estações, é só ir nas máquinas. Mas tem também guichê de atendimento.
Para planejar uma viagem, basta checar o site oficial.

Dois fatos interessantes a respeito dos trens do metrô. O primeiro é que eles oferecem um serviço de wi-fi (pago é claro! AED 10/hora).

O segundo é que existe um vagão exclusivo para mulheres e crianças e um chamado first class. É mole? Normalmente estes são os primeiros vagões das composições.
Vagão exclusivo para mulheres e crianças até que pode ser uma ideia válida em alguns lugares.
Agora primeira e segunda classe no metrô é demais!!! Coisas de Dubai.
Outra opção é usar o sistema de ônibus metropolitano. Para planejar a sua viagem, recomendo este site. Os pontos de ônibus têm até ar-condicionado por conta do excessivo calor local.

Uma opção que muita gente usa em viagens por grandes cidades no exterior também está disponível em Dubai. Estou falando do BigBus Tour, que por USD 54/ dia lhe dá o direito de subir e descer em várias paradas pela cidade. Vale conferir o mapa no site oficial para ver se é adequado aos seus planos.

Agora se você quiser alugar um carro em Dubai, saiba que é possível sim e muita gente opta por este meio de transporte. A maioria das grandes redes mundiais (como Avis e Hertz) tem lojas no emirado. A carteira de habilitação nacional é aceita em Dubai. Apenas Abu Dhabi é que exige a PDI (permissão internacional para dirigir).

Agora se tem algo que você não deve cogitar é caminhar a pé pela cidade. É absolutamente desaconselhável. Por mais que Dubai seja plana e segura, ela não foi feita para caminhar. As temperaturas são altíssimas, o sol escaldante em qualquer época do ano e para piorar, quase que não existem calçadas em algumas partes da cidade.
No emaranhado de avenidas que mais parecem estradas e no calorão de Dubai não sobra espaço para o pedestre.
Notem como a praia fica longe da principal via, onde está a linha vermelha do metrô.
Na prática, a opção mais adequada é combinar metrô e táxi.

No próximo post, vamos ver algumas atrações da região do Creek, a parte mais antiga da cidade.



Quer receber mais dicas de viagem e saber quando saem os próximos posts?
Curta nossa página no Facebook, aqui.
Siga-nos no Twitter @cumbicao.
E no Instagram – Cumbicão.

Booking.com

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida aqui