27 de novembro de 2014

Onde Ficar em St. Moritz? Hotel Schweizerhof, um serviço de primeira

Hotel Schweizerhof St.Moritz.
Lembram que anteriormente comentamos que a estadia na Suíça era consideravelmente cara?


Então, quando estávamos pesquisando um hotel para ficar em St. Moritz, me dei conta de que lá a coisa é ainda mais cara! Mesmo fora da alta temporada (inverno) as diárias estavam bem acima daquilo que consideramos razoável no nosso orçamento.

Procura daqui, procura dali. Topei com uma “promoção” (atenção às “” que farão sentido à diante...) num dos hotéis mais chiques e tradicionais da cidade. Fiz as contas e notei que, pelas minhas contas, a estadia lá seria só um pouco mais cara que num hotel mal localizado e não tão confortável.

Bora aproveitar!

Foi assim, neste clima de sem querer (e uma pitada de falta de noção) que acabamos ficando no Hotel Schweizerhof.

Confesso que não tinha me dado conta de que havia algo de estranho até o chofer do hotel, chiquérrimo e educadíssimo, nos pegar na estação de trem. Resolvi então, ali mesmo no carro, pegar a reserva e ler com atenção. Algo que eu devia ter feito antes.
Welcome!
Para a minha surpresa, já que estava tudo ali escrito (eu que não vi!), o preço que achei ser promoção era por pessoa, e não por quarto. Conclusão, o que era para custar x, custou 2x.

Momento blogueiro também (e como!) faz bobagem! Viajando e aprendendo.

Confesso que por alguns segundo pensamos em cancelar a reserva e procurar outro lugar. Mas foi só chegar ao hotel para vermos que embora cara, aquela seria uma das melhores estadias que já tivemos.

Certamente um belo começo de viagem pela Suíça.

Fundado em 1897 e com 82 quartos, o Schweizerhof é um dos hotéis mais tradicionais de St. Moritz.

A localização do Schweizerhof não poderia ser melhor, ele está de fronte à rotatória que representa o centro da cidade. Com alguns pouquíssimos minutos de caminhada chega se a qualquer ponto da cidade, salvo a parte baixa às margens do lago, para onde a caminhada é só um pouco mais longa – nada de mais.
Vista do quarto.
Os quartos dos fundos dão vista para o lago.
Para quem chegar ou partir da cidade utilizando trem, o hotel oferece um serviço de translado até lá. É perto, mas como a subida é considerável, malas e etc., o serviço, que é gratuito, é muito bem vindo.
Transfer de cortesia.
Após sermos recebidos e apresentados à concierge, nos encaminharam ao nosso quarto. Como estávamos em três (dois adultos e uma criança), nos colocaram em um quarto duplo com vista da praça central e da montanha, daí o nome dele, Piz Corviglia.

O quarto tinha um tamanho excelente como dá para ver nas fotos. Nada de mala pelo chão atrapalhando a passagem ou coisa do tipo.
Excelente o tamanho do quarto.


Além da internet wi-fi gratuita (sim, tem muito hotel por ai que ainda cobra à parte!), o quarto conta com frigobar. Até ai nada de novo. O diferencial fica por conta de que o cujo consumo dos itens era gratuito e com reposição diária.
"Free" gobar.
No banheiro, incrivelmente limpo, havia além daquilo que se espera de praxe, um item simples, mas que chamou a atenção: um cesto de lixo especial para fraldas. Vejam que o hotel teve o cuidado de, sabendo que hospedaria um bebê, colocar no quarto um item simples, funcional e barato mas que resolve muito bem um problema simples: como jogar fora as fraldas. Nenhum outro hotel dos que passamos ofereceu isto.

Prova de que nem sempre é preciso luxo para ser bem atendido.

Pendurada na parede do quarto, uma mochila da Mammut - para quem não conhece é uma famosa marca de produtos de aventura local - com um sugestivo convite para você colocá-la nas costas e aproveitar as trilhas locais.
Eles emprestam, mas você também pode comprá-la por um preço super especial.
No quesito limpeza e conservação, como não poderia ser diferente, o quarto estava simplesmente perfeito.

Logo na nossa chegada percebemos que o atendimento seria excelente. Sempre muito atenciosa e simpática a equipe do hotel entrega de fato um serviço de primeira.

Apenas para citar um exemplo, todos os dias, lá pelo final da tarde, uma senhora bate à porta do quarto. Sabe aquela hora em que você automaticamente pensa: mas eu não pedi serviço de quarto!?!?

Quando você abre, lá está ela perguntando em português (sim, muita gente que trabalha lá é de Portugal) se você não precisa de nada. Quando você olha para a mão dela, ela carrega uma cesta cheia de Lindor... Hummm! Bem senhora, na verdade preciso sim, de um chocolatinho!!!
Pegando o hóspede pelo estômago.
Uma atitude simples de fazer esta cordial verificação junto aos hóspedes, fora do horário padrão de arrumação dos quartos, mostra uma pró-atividade muito bem vinda e uma preocupação deles com o bem estar dos hóspedes. Adorei. O problema é que no resto da viagem ficamos na esperança da senhora dos chocolates aparecer novamente!

O hotel oferece aos seus hóspedes um cartão para que você possa utilizar todo o sistema de transporte de St. Moritz sem pagar nada. Até ai nenhuma novidade, principalmente se você tiver um Swiss Pass. O diferencial fica por conta deste cartão também dar acesso aos passeios de funicular e teleférico nos arredores da cidade. É um belo benefício porque são passeios imperdíveis e cujos valores são relativamente altos se você tiver que comprar por conta.
Acesso gratuito às montanhas.
Apesar do estilo mais chique e sério do hotel, ele é perfeito para famílias com crianças, contando inclusive com uma área especial cheia de atividades para os pequenos.

Como na maioria dos hotéis que reservamos na Suíça, o café da manhã estava incluso na diária. E que café!
Um senhor café da manhã.
E um omelete para arrematar.
Salão onde o café da manhã é servido.
Servido num belo salão, tem simplesmente de tudo. Frutas, queijos variados (aliás na minha opinião, a melhor parte dos cafés da manhã na Suíça); e até peixe cru. Excelente começo para quem vai bater perna pelas montanhas e pela cidade.

Em termos de infraestrutura de lazer, o hotel oferece no último andar sauna (úmida e seca) e um solário com vista para o lago e para as montanhas. Ótima opção para quem quer descansar depois do sobe-desce pelas montanhas, ou para quem se hospedar no inverno, de um dia esquiando.
O solário.
Hora de descansar as pernas.
A parte ruim é o preço. Como nem tudo é perfeito, o Hotel Schweizerhof cobra um preço alto por isto. Para a data deste post, as diárias estavam em torno de CHF 184, sempre lembrando que lá o preço é por pessoa hein! Não vá fazer como eu!!!

Gostou? Então anote ai, o Hotel Schweizerhof fica na Via dal Bagn 54, CH-7500 St.Moritz, bem no centro da cidade. Não tem como errar.

Certamente foi um daqueles equívocos/micos de viagem dos quais jamais me arrependerei, afinal foi mais um daqueles hotéis do tipo ficaria fácil uma semana lá!

E ai? Gostou? Se quiser reservar este e outros hotéis, dê um clique no banner do Booking.com e faça sua reserva, assim você ajuda na manutenção deste blog e não paga nada a mais por isso!

Quer receber mais dicas de viagem e saber quando saem os próximos posts?
Curta nossa página no Facebook, aqui.
Siga-nos no Twitter @cumbicao.
E no Instagram – Cumbicão.
Booking.com

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida aqui