14 de abril de 2015

Dicas dos EUA (IV): Big Sur pela Pacific Coast Highway 1, a melhor viagem de carro de costa oeste

Pacific Coast Highway 1.
Let´s hit the road!


Por mais que eventualmente você não goste de dirigir, ir para a Califórnia e fazer o trecho de São Francisco para Los Angeles de avião é um verdadeiro pecado.

Desde a Nova Zelândia, aprendi que às vezes vale a pena o tempo maior de viagem e o cansaço para curtir uma bela viagem de carro com uma paisagem incrível.

Dê um Google ai e vocês verão que a grande maioria dos blogs de viagem recomendam que você faça a viagem de São Francisco para Los Angeles de carro. Por que? Pela paisagem que vocês verão numa das mais legais viagens de carro que se pode fazer pelos EUA, pela Pacific Coast Highway 1.

Vejam que fui bem específico. Tem que ser pela Pacific Coast Highway 1, caso contrário você não verá nada disso! Então a primeira dica é ou ignorar o seu GPS que provavelmente lhe enviará para a rodovia n.º 5 (West Side Freeway), que faz um caminho mais rápido, mas sem nenhum atrativo, ou programar ele segundo os pontos marcados no nosso mapa abaixo.


A segunda dica é para que você use a Pacific Coast Highway 1 no sentido São Francisco – Los Angeles, pois assim terá acesso mais fácil aos mirantes. Já li muito relato de gente que viajando no sentido contrário não conseguiu ver quase nada ou teve que ficar cruzando a pista para entrar nos muito mirantes (muito perigoso!!!).

Tem muita gente que gosta de fazer o trajeto em dois ou três dias, parando para dormir em algumas cidades no caminho. Não tenho dúvidas que esta é a melhor opção, tanto pelo cansaço (a viagem é longa!) quanto pela oportunidade de conhecer melhor as cidades. Mas como não tínhamos tempo suficiente, acabei fazendo tudo de uma vez só, partindo cedo de São Francisco e chegando em Los Angeles no começo da noite – valeu a pena, mas certamente não é a melhor opção.

Feitas estas considerações, hora de pegar a estrada.

Partimos cedo de São Francisco não só porque a viagem era longa, como também para evitar o trânsito da cidade.

A nossa primeira parada foi em Monterey, uma cidade costeira famosa por ter um dos mais importantes aquários dos EUA, o Monterey Bay Aquarium.


A praia em Monterey não tem nada de mais.
Em Monterey tivemos um dos melhores cafés da manhã desta viagem. O LouLou's Griddle in the Middle é um daqueles lugares que parece ser conhecido e frequentado apenas por locais, o que considero sempre um bom sinal.
Deu fome só de lembrar!
LouLou´s.
Situado na construção bem pequena no píer de Monterey (Municipal Wharf 2), é o lugar ideal para fartar-se com deliciosas panquecas e omeletes. Aberto diariamente das 7h30 às 20h30, no almoço e janta serve frutos do mar, saladas e lanches.

Devidamente alimentados, hora de seguir para a nossa próxima parada, a  17-Mile Drive em Pacific Grove.

A 17-Mile Drive é uma estrada que corta o condomínio de Pebble Beach, um lugar belíssimo, cheio de mansões e campos de golf e que certamente merece uma parada no caminho San Francisco - Los Angeles.
Belas casas
Campos de golfe
Na bela 17 Miles.
Para quem vem de San Francisco, o ponto de entrada é o Pacific Grove Gate. Claro que como é um condomínio fechado, os não residentes têm que pagar um pedágio de US$9,75 para cruzar a região e apreciar a belíssima paisagem. Bom, ao menos eles fornecem um mapa com a rota e pontos de parada mais interessantes. Dentre os mais bacanas, cito o Cypress Point Lookout, um dos locais mais bonitos para ver o mar bravo da região; e o The Lone Cypress, um cipreste com mais de 250 anos de idade que cresceu isolado em uma rocha quase no meio do mar.
17 Miles.
The Lone Cypress.
A próxima parada é Carmel. Situada a 150km de San Francisco e com pouco menos de 4.000 habitantes, é uma das cidades mais charmosas da Califórnia.

A fama da cidade veio quando Clint Eastwood foi prefeito entre 1986 e 1988 e eu aqui pensando que os únicos atores-políticos da Califórnia tinham sido Ronald Reagan (governador entre 1967-1975) e depois presidente) e o governador Terminator! Rsss.

Passando Carmel, entra-se no trecho da Pacific Coast Highway 1 com as melhores paisagens, na região conhecida como Big Sur. Com uma extensão total de 145km, é uma das regiões costeiras mais belas dos EUA. Ela começa no rio Carmel (a norte) e vai até o riacho San Carpoforo (a sul).
Um mirante após o outro, uma vista mais bonita que a outra.
Os vários tons de azul do mar na Big Sur.
Este "coitado" fez uma "casinha" no rochedo. Imagina a vista!
Pena que o mar é bravo e as praias não têm acesso.
Fora a beleza da paisagem local, a região é famosa por ser ponto de passagem na migração das baleias cinzentas, que podem ser avistadas no mar no período de migração.

Com várias enseadas que podem ser apreciadas dos mirantes existentes na estrada, a viagem rende belíssimas fotos.

Um dos pontos mais interessantes é a McWay Falls, a mais famosa cachoeira da Big Sur. Também não é para menos. Quantas cachoeiras você conhece que nascem num rochedo rodeado de vegetação e caem na areia da praia? Com pouco mais de 24 metros, e acessível por uma trilha fácil, esta cachoeira é um ponto de vista obrigatório no caminho. Embora você fique tentado a chegar mais perto, o acesso à praia é proibido.
Fala se não é fantástica?

Ela fica na Pacific Coast Highway 1, dentro do Julia Pfeiffer Burns State Park (funciona 30 minutos antes de amanhecer e 30 minutos depois de escurecer), 13 milhas ao sul da Big Sur, 36 milhas ao sul de Carmel, e 58 milhas ao norte do Hearst Castle.

Aqui um mapa de como chegar lá ou siga as coordenadas  Lat/Long: +36° 9' 28.80", -121° 40' 12.61".

Seguindo um pouco mais ao sul, quem quiser ver o que seria uma versão americana para um castelo, ou algo assim, recomendo visitar o Hearst Castle. Ok, eu sei, pode estar longe de ser um castelo em seu sentido literal, mas esta residência que leva o nome de seu dono, o magnata William Randolph Hearst (1863-1951) é uma das residências mais imponentes dos EUA com seus 165 quartos. A visita guiada (existem vários tipos de tours) deve ser agenda com antecedência. O tour mais simples leva aproximadamente 45 minutos e custa US$25. Fica na Highway 1, em San Simeon.

Dali para Los Angeles, uma sequência de praias (Pismo Beach e Avila Beach) e cidades que por si só já valeriam uma estadia, como por exemplo Santa Bárbara.
Além da cidade espanhola, uma praia!
Enfim, a viagem pela Pacific Coast Highway 1 é uma das grandes experiências numa viagem à Califórnia. Não perca!
Chegando em Santa Bárbara.
No próximo post da série, vamos conferir as atrações de Los Angeles.

Quer receber mais dicas de viagem e saber quando saem os próximos posts?
Curta nossa página no Facebook, aqui.
Siga-nos no Twitter @cumbicao.
E no Instagram – Cumbicão.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida aqui