12 de janeiro de 2016

Como ter mapas no celular off-line? Maps ME.

Maps ME, até agora, a melhor solução que testamos.
Pergunta simples, qual a maior utilidade do seu telefone durante as suas viagens? Tirar fotos? Utilizar as redes sociais? Controlar gastos? Ou simplesmente ler seus e-mails?

Já disse aqui uma vez e repetirei quantas vezes for necessário, um smartphone é um canivete suíço quando o assunto é viagem. É tanta utilidade e tanto app que daria para fazer até um blog dedicado ao assunto.


Na minha opinião, a funcionalidade mais importante é servir como mapa/GPS. Quem usa aplicativos tipo Waze e Google Maps (ou o nativo Mapas do iOS) para dirigir sabe o quanto este tipo de app é útil.

Talvez muitos de vocês já tenham utilizado estes apps durante uma viagem. Mas para tanto é necessário ter acesso à internet ou, no caso do Google Maps fazer uma série de complicados (e nem sempre eficientes) procedimentos para ter acesso aos mapas no modo off-line.

Pesquisando como fugir da necessidade de comprar um chip pré-pago na gringolândia ou pior, ter que ativar o (caro) roaming internacional, me deparei tempos atrás com o MAPS.ME (antigo MapsWithMe).
Visual super clean do Maps ME.
Oferecido nas plataformas iOS, Android e BlackBerry (ainda existe isso???) – também funciona em tablets, o MAPS.ME traz como grande trunfo a opção de não precisar de sinal de telefone, muito menos internet para funcionar. É direto do satélite para a antena de GPS integrada do seu celular. Sem custos adicionais.

E para melhorar ainda mais, o app oferece mapas detalhados de tudo quanto é lugar do mundo. Sem exceção!

Depois de feita a instalação do app, se você estiver utilizando o sistema iOS é só abrir o programa que em alguns segundos ele irá fornecer a sua localização. Quem usa Android normalmente é preciso ligar a antena GPS.

No menu inferior os seguintes botões: o primeiro, que parece um alvo dá a sua localização atual; a seta entre dois pontos permite que você trace uma rota entre dois pontos; a lupa serve para buscas, e nas estrelas você acessa seus favoritos.
Todas as opções do menu.
Clicando no menu de opções (três linhas horizontais), vocês acessam a opção de “descarregar mapas”; as configurações gerais do programa e a funcionalidade “partilhar a minha localização” – muito útil se quiser que alguém te ache.

Começando pelo download dos mapas, eles estão divididos por continentes e subcontinentes. Olhando rápido não vi um lugar do mundo que não esteja listado.


Se quiser ter as rotas, escolha Baixar o mapa.
Quando você seleciona um continente (ou subcontinente) ele lhe informa todos os países existentes; sendo que os maiores, como Brasil, estão subdivididos em regiões.

Selecionando o país, o sistema pergunta se você quer baixar o mapa com ou sem o sistema de roteamento. Eu sempre baixo com o sistema de roteamento para que ele possa calcular as rotas.

Na opção mapas descarregados, vocês podem gerenciar do mapa para visualizar e deletar o mapa e/ou o roteamento. Os mapas são muito detalhados, tanto quanto os do Google Maps, e são constantemente atualizados para incluir não só novas vias e também pontos de interesse como lojas, restaurantes e serviços.

O planejamento de rotas é bem eficiente, havendo opção tanto de carro quanto a pé – excelente para quem gosta de caminhar pelas as cidades. Testei esta opção em Hong-Kong e adorei.

Feito o planejamento é só clicar em iniciar que as instruções de distância até o destino; tempo restante; hora prevista de chegada e as instruções de rota vão aparecendo na tela. Fácil!



No modo pedestre/a pé, ele pode te dar o mapa como acima ou simplesmente indicar a direção e distância.
Recentemente eles adicionaram a opção de navegação por voz, ou seja, a moça vai informando as instruções do percurso. Há opção de inglês ou português. Muito bom!

Algo que eu gosto muito é de marcar os pontos importantes da viagem em um mapa do Google Maps. Pelo computador mesmo. Marco as cidades, atrações, hotéis, restaurantes, lojas e alguns supermercados. Quem acompanha as dicas de destinos já devem ter visto estes mapas por aqui – veja outras dicas lá no post Como planejar uma viagem por conta.

Após marcar tudo pelo Google Maps, é só pedir para o Google Maps exportar os pontos no formato KML/KMZ e enviar por e-mail ou outra forma para o celular. No aparelho, clique no arquivo e quando ele perguntar como abrir o arquivo, selecione o MAPS.ME e todos os seus favoritos irão agora aparecer no celular e funcionar em qualquer lugar.
Um dos muitos mapas que crio antes de ir viajar.
Fala se não é a solução dos problemas dos viajantes perdidos???

O único ponto que não gostei do app foi que se comparado com o Google Maps, caso você errar a rota, ele demora uns 5/10 segundos a mais para recalcular a rota (e não dá a opção de várias rotas). Vale lembrar que este tempo varia conforme a sua velocidade de deslocamento e também as condições climáticas, as quais podem influenciar na recepção do sinal dos satélites.

Update: em dezembro de 2016, o desenvolvedor liberou a funcionalidade que permite a visualização das condições de trânsito no local. Para utilizá-la, é só atualizar o app e para esta funcionalidade (apenas) é preciso ter uma conexão de internet que pode ser tanto wi-fi quanto via pacote de dados de internet móvel.

O que já era bom ficou perfeito!

Quanto custa tudo isso? Nada, o app e seus mapas são 100% gratuitos!

Mapa impresso agora só se for para back-up e recordação!!!


Corre lá na loja de aplicativos do seu sistema operacional e faça o download.

Quer receber mais dicas de viagem e saber quando saem os próximos posts?
Curta nossa página no Facebook, aqui.
Siga-nos no Twitter @cumbicao.
E no Instagram – Cumbicão.

13 comentários :

  1. Oi Diogo,

    Parabéns pelo seu blog. Sou leitor assíduo.

    A nova versão do Google Maps para smartphone, já possui a navegação offline. Para isso, antes de sua viagem, é necessário baixar os mapas. Quando é detectado que você está sem sinal, o Google Maps muda para a navegação offline.

    No site do Google tem o passo a passo para baixar os mapas off-line: https://support.google.com/gmm/answer/6291838?hl=pt-BR

    Antes do Google Maps ter a funcionalidade offline, eu usava o Nokia Here (iphone, android, etc..), que também possui suporte e navegação offline.

    Abs,

    ResponderExcluir
  2. Parabêns pelas dicas sobre Andorra, estou em Portugal, e não sabia quase, mesmo quase nada sobre Andorra,e ao pesquisar na net, apareceu alguem super elucidativo e a falar português,
    FANTÁSTICO!
    Obrigado
    Maria

    ResponderExcluir
  3. No MAPS.ME Como faço para colocar o número da casa, só consigui colocar o nome da rua.

    ResponderExcluir
  4. Joel, na versão que uso (a mais nova) é só colocar uma vírgula após o nome da rua/avenida.

    ResponderExcluir
  5. Para que serve o semáforo no canto superior esquerdo? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No meu não aparece isso. Abraço.

      Excluir
    2. Atualizei o app, na verdade isto é a funcionalidade que faltava para ele: as condições de trânsito!
      Obrigado pela observação.

      Excluir
  6. Olá Diogo,

    Você cita que é para colocar o número depois da rua/avenida, no meu que caso não está dando certo, estou com a versão atualizada, isto pode acontecer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estranho porque no meu iPhone funciona assim.

      Excluir
  7. como faco busca de arquivos que ja salvei no maps me

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como assim arquivos salvos no MAPS ME? Que tipo de arquivos?
      Que sistema operacional você está usando?

      Excluir
  8. Passando um roteiro feito no google maps para o maps.me funciona muito bem, mas os ícones ficam todos como estrela, o que atrapalha bastante ao visualizar no celular, pois para saber se é restaurante ou museu tenho que clicar na estrela, queria ter ícones diferentes, será que existe a possibilidade? valeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tadinho,
      Concordo plenamente com você porque tenho a mesma dificuldade.
      Certamente isto é um ponto a melhorar.
      Abraço.

      Excluir

Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida aqui