26 de julho de 2016

Dicas do México: Mergulhando em Cozumel.

Aquário de verdade!!!
Não resisti! Depois de ver o resultado dos vídeos do mergulho em Cozumel, antes mesmo de falarmos da nossa viagem à Riviera Maia, resolvi postar o review do mergulho que fizemos na ilha mais famosa da região.


Imagine que você caiu em um enorme aquário. Esta é a melhor definição que posso dar para um mergulho nas águas cristalinas de Cozumel.

Apesar da pouca quantidade de mergulhos em águas internacionais, já tivemos a oportunidade de mergulhar em alguns lugares bem interessantes como Phi-Phi na Tailândia e com a equipe do Stuart Cove’s em Bahamas – fora o snorkel com as raias manta na Big Island. E em nenhum lugar consegui ver tanta vida marinha em tão curto tempo.

Foram apenas 2 mergulhos, mas que valeram muito.
Corais de tudo quanto é forma e tipo.
E peixes para lá de belos. 
Engarrafamento de peixes.
Mergulho em Cozumel.
Para quem não sabe, a Riviera Maia, região que é mais conhecida pelos famosos destinos turísticos Cancún e Playa del Carmen, é um dos melhores locais de mergulho do mundo, e a joia local é Cozumel.

Situada a 17km da costa e maior que Isla Mujeres, Cozumel tem a reputação de ter as águas mais cristalinas da região.

Praticamente todos os pontos de mergulho estão na costa oeste que por ser protegida das ondas tem águas tranquilas e cristialinas. Já na costa leste, tanto o banho de mar quanto mergulho são mais complicados por conta das fortes ondas que vem do mar aberto.
A quantidade de pontos de mergulho impressiona.
Também, com uma água desta cor!
Deep blue sea!
Quem gosta de mergulhar irá encontrar em Cozumel alguns dos melhores pontos das américas para tanto.

A fama do lugar começou com o francês Jacques Cousteau que foi um dos pioneiros e maiores divulgadores das belezas do mar local.

Em suas águas quentes e claras (uma das melhores visibilidades do mundo!), Cozumel é figura certa no log book de qualquer mergulhador por conta de seus corais e da grande variedade de espécies marinhas.
Lagostão!
Barracuda.
Tubarão enfermeira.
Passando pertinho sim, mas ele é inofensivo!
Eu e o tutuba! É precisava ter combinado melhor a pose!
É verdade que os corais de Cozumel sofreram e muito com o Furacão Wilma de 2005, mas mesmo assim Cozumel ainda detém uma das mais belas formações de corais do mundo. Os principais pontos de mergulho estão localizados no canal formado entre a ilha e o continente, especialmente na porção sul deste.

Para citar apenas alguns destes: o paredão de Santa Rosa; Palancar Gardens; Colombia Shallows; e Punta Sur Reef.

Com preços bem competitivos, muita gente aproveita a beleza local para iniciar-se nos mergulhos realizando ali mesmo o curso de mergulho e obter a primeira certificação. Belo começo hein?!?!

Para esta experiência, contamos com o apoio de uma das mais conceituadas operadoras de mergulho da região, a Cozumel Marine World. Logo que conheci seu proprietário, Jorge Marin, um simpático mexicano que coincidentemente é casado com uma brasileira, sabia que tinha escolhido a empresa certa.
Ponto de embarque da Cozumel Marine World.
Só para vocês terem uma ideia, vejam que no TripAdvisor eles têm uma avaliação impecável.

Além de passeios para mergulhadores já certificados, a Cozumel Marine World oferece uma série de cursos que vão desde a obtenção da certificação básica até os cursos para certificações mais avançadas e as chamadas especialidades.

Os cursos têm preços variados, pelo que sugiro consultar diretamente a Cozumel Marine World, já os mergulhos custam a partir de US$85 para dois mergulhos – foi o que fiz. A este valor, adicione mais US$2,50 de taxa local porque tudo ali é um enorme parque marinho nacional.
Ao subir no barco, eles colocam uma etiqueta para mostrar que você pagou a taxa.
Funcionando como operadora de mergulhos desde 1983, o centro de operações da Cozumel Marine World fica dentro do Hotel Casa del Mar, e do píer ali localizado partem os barcos de mergulho.

Sou meio chato quanto ao equipamento de mergulho, e como (ainda) não tenho todos os items, costumo alugar a cada mergulho o regulador e colete. Sempre que fecho um mergulho fico muito atento ao estado geral de conservação, afinal estamos falando de segurança! Os fornecidos pela Cozumel Marine World estavam em excelente estado.
Equipamentos em excelente condições.
O barco utilizado nos mergulhos era de tamanho mais que suficiente para o pequeno grupo. Outro bom diferencial. Já disse em outras oportunidades e repito: não tem nada pior do que um barco de mergulho lotado. Acho que éramos umas 10 pessoas ao todo, e sobrou espaço para todo mundo.
Barco de excelente tamanho.
Após um bom briefing sobre cada um dos dois pontos de mergulho, os grupos foram divididos segundo a sua experiência. Regra comum e sempre bem-vinda em passeios como estes.

Tive o privilégio de mergulhar fazendo dupla com o Paulino, um excelente divemaster que além de muito atencioso com o grupo, fazia questão de mostrar todos os seres marinhos que eram avistados no caminho. Pode parecer bobagem, mas um bom divemaster que chama a sua atenção para aquilo que você não está vendo faz uma super diferença. Já pensou um tubarão ou uma bela tartaruga passar do seu lado e você não ver porque está olhando para o lado “errado”??? De tempos em tempos ele batia no cilindro com uma haste para chamar a nossa atenção e vermos algo bacana. Nota 10!

Fora a riqueza da vida marinha e a qualidade dos serviços da Cozumel Marine World, pessoalmente fiquei bastante feliz com o meu desempenho pois tive dois dos mergulhos mais tranquilos e contemplativos até hoje. Graças ao bom acerto do lastro e domínio da flutuação, pude manter-me o tempo todo na mesma profundidade do divemaster.
Palancar Reef.
Uma bela raia.
Palancar Reef.
A temperatura das águas também é um diferencial. Mesmo a uns 80 pés (24m), profundidade máxima que chegamos, a água ainda é morna o suficiente para você não sentir frio utilizando uma roupa de uns 3mm.

Quanto à visibilidade, não vou chutar de quantos metros era porque sou muito ruim nisso. Deixo que as fotos e os vídeos falem por si mesmos o quanto excelente ela era.

Fizemos dois mergulhos, o primeiro em Palancar Reef, a uma profundidade de 80pés (24m) por uns 45-50minutos (respeitados os requisitos de segurança, foi meu recorde!).

Nadamos alguns pouquíssimos metros e já nos deparamos com um recife repleto de vida marinha com corais de cores e formatos diversos. Peixes coloridos de tudo quanto é tipo e tamanho, barracuda, tartarugas de monte, inofensivos tubarões lixa ou enfermeiro (ginglymostoma cirratum), raias, lagostas. Olha, confesso que só faltou aparecer um golfinho para dizer que vimos todas as espécies mais interessantes da região!




O segundo ponto, Paso del Cedral Wall, foi um mergulho a 60pés (aprox. 18m) por 40 minutos. Foi um mergulho bem interessante, mas em termos de riqueza da vida marinha, um pouco abaixo da estonteante beleza do inesquecível Palancar Reef visto anteriormente. Mas mesmo assim, excelente.
Outra raia no Paso del Cedral Wall.
Muitas tartarugas.
Este eu nunca havia visto.
Corais de tudo quanto é tipo.
Porém no final do mergulho tivemos a oportunidade de ver algo realmente incrível e que eu não poderia sequer imaginar: um tubarão lixa / enfermeiro vivendo numa mesma toca que uma moreia! E o mais incrível é que a moreia conseguia ser maior que ele. Duvidou, né? Para não dizer que é história de pescador, ops, mergulhador, confira a foto.
Eu fiquei de boca aberta como a moreia ai.
Sorrindo para a foto! Kkkkk
E mais um vídeo:



Mas e quem não mergulha? Olha se você vai para lá com alguém que não mergulha, a ilha tem excelentes beach clubs onde dá para curtir um belo dia na praia enquanto você vai para a água. Como não utilizei nenhum deles, deixo o contato: Monkey Bar Beach Club; Mr. Sancho´s; e o Nachi-Cocom, que funciona no sistema all inclusive que custa uns US$55 por pessoa. Achei caro!

Outra opção é passear pelo centro perto do porto onde param os barcos.
Cozumel.
O centro é bem bonito.
Cheio de lojas e bares na orla.
Muitos cruzeiros aportam ali.
Como chegar em Cozumel? É preciso ir até Playa del Carmen porque não existem barcos diretos ligando Cancún e Cozumel.

Quem está em Playa del Carmen basta caminhar até o píer e pegar um dos muitos ferries da Ultramar que partem do terminal que fica a poucos passos da Quinta Avenida – a viagem dura uns 45min e o bilhete ida e volta custa MXP 326 para o ida-e-volta.

Como estes ferries da Ultramar levam apenas passageiros, que estiver com carro e quiser utilizá-lo em Cozumel, deve pegar o ferry que parte de Punta Venado (15km de Playa del Carmen). Recomenda-se chegar 1 hora antes para pegar a fila de embarque. Maiores detalhes no site da Transcaribe que é responsável por este transporte.
Ferry, a única forma de chegar em Cozumel a partir de Playa del Carmen.
Dá para ir por uma empresa e voltar pela outra.
Até pensei em utilizar este esquema da Transcaribe porque já estava com o carro alugado, mas o custo de MXP 817,12 pelo carro + motorista e MXP 67,72 pelo carona (total de MXP 884,84 ou R$ 197,86), ambos por trecho me pareceu pouco vantajoso face o valor acima da Ultramar. Mesmo que você alugue um carro para circular por Cozumel, ainda assim sairá mais barato do que ir com o carro que você eventualmente aluguou para circular em Cancún ou Playa del Carmen.

Se você estiver sem carro lá, não tem problema. Pegar um táxi é super fácil e barato.

Então anote ai: se quiser um lugar fantástico para mergulhar, vá para Cozumel!

* O Cumbicão testou os serviços mediante uma parceria estabelecida com o operador local para coletar material para este post. Todas as opiniões e relatos aqui descritos refletem fielmente a experiência, atendendo à política do blog.



Quer receber mais dicas de viagem e saber quando saem os próximos posts?
Curta nossa página no Facebook, aqui.
Siga-nos no Twitter @cumbicao.
E no Instagram – Cumbicão.

Booking.com

Um comentário :

  1. Diogo, excelente post! Já estive em Cozumel duas vezes, e no final do mês retornarei, pretendo fazer um mergulho semelhante ao seu, certamente vou procurar a empresa indica. Abraço.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida aqui