16 de novembro de 2016

Dicas de Cuba: Como pedir o visto de turismo?

Tarjeta Turistica.
Diferentemente da maioria dos países da América Latina, Cuba exige visto de turismo (localmente conhecida como tarjeta turística) aos brasileiros que pretenderem visitar a ilha. Pois é, para um país que tanto depende do turismo em termos econômicos, bem que poderia abrir mão deste entrave burocrático, especialmente para países tão próximos quanto o Brasil. Mas enfim, vamos destrinchar o procedimento atualmente adotado pelas autoridades cubanas.

Embora como vocês verão abaixo, a solicitação do visto em si seja simples, a falta de informações claras e precisas traz algumas confusões.

Infelizmente os sites ditos oficiais Cuba Diplomática e do Consulado Cubano em São Paulo deixam algumas lacunas em termos de informações.

Basta notar que o telefone do consulado em São Paulo mudou e nem mesmo o site oficial traz o número atualizado - vide abaixo. O e-mail utilizado para respostas oficiais demora dias para retornar com uma resposta.

Para obter o visto, ou tarjeta turistica, a primeira coisa a ter em mente é que você irá precisar dos seguintes documentos:

- Passaporte válido e xerox de todas as folhas utilizadas;
- Cópia da passagem aérea (ida + volta);
- Cópia da reserva da hospedagem (casa particular ou hotel)

Logo, nem sonhe em fazer como normalmente se faz para outros destinos, quando primeiro solicitamos o visto e depois compramos passagens, reservamos o hotel e etc. No caso de Cuba é tudo ao contrário.

Onde solicitar? Em linhas gerais vocês podem solicitar o visto tanto perante a embaixada em Brasília quanto nos consulados de São Paulo, Manaus e Salvador; e quem viaja pela COPA pode solicitar o visto diretamente com eles (outras empresas não!).

Optando pelo procedimento junto às representações cubanas, os endereços são os seguintes:

- Setor consular da Embaixada de Cuba em Brasília: SHIS QI 05, conjunto 18, casa 1. Atendimento ao público de segunda a sexta, das 10h às 13h.
- Consulado de Cuba em Manaus: Rua Jacareúbas, 6. Atendimento ao público de segunda a sexta, das 9h30 às 12h30.
- Consulado de Cuba em Salvador: Rua Lord Cochrane, 66. Atendimento ao público de segunda a sexta, das 9h30 às 12h.
- Consulado de Cuba em São Paulo: Rua Cardoso de Almeida, 2115. Atendimento ao público de segunda a sexta, das 9h30 às 12h30. O telefone de lá é 2369-8825, mas eles não respondem absolutamente nada por telefone.

Como não tive a experiência de solicitar o visto via embaixada, e optei pelo procedimento pessoal no consulado de São Paulo, não tenho como opinar a respeito dos procedimentos não presenciais ou perante a COPA – nosso bilhete é LATAM.

Uma vez entendido o procedimento, o trâmite no consulado de São Paulo foi super tranquilo e rápido.

A primeira coisa a saber é que não existe agendamento. A fila de espera foi por ordem de chegada com não mais que unas 6 pessoas na nossa frente. Entramos na área de coleta dos documentos onde após uma rápida conferida nos passaportes, requerimentos e passagem, a tarjeta turística foi emitida. Nem olharam as reservas de hospedagem que estavam ali à disposição – não esqueça de levar!

Quanto custa? Na data deste post o valor da tarjeta turística era de R$ 65 a ser pago em dinheiro. Se você pedir o visto para alguém que não presente, eles não exigem procuração ou outro documento qualquer, mas cobram uma taxa extra de R$ 108.

Prazos. O visto sai na hora – dizem que para quem solicitar pelos Correios o prazo máximo é de 10 dias.

Quando pedir o visto? A validade do visto é de 6 meses a partir da sua emissão e 30 dias a partir da data de entrada no país, tempo máximo de permanência dos estrangeiros na condição de turista (se bem que existe um procedimento interno para prorrogação).

Algo que infelizmente tem informações desencontradas é a questão da validade do passaporte para entrar em Cuba. Para requerer a tajeta turística, basta que o passaporte seja válido no momento da solicitação. Para a entrada, nada é mencionado. Fiquei na dúvida se seria necessário que o passaporte tivesse 6 meses de validade após a data de saída de Cuba ou algum outro prazo.

Alguns sites informavam que seria preciso 6 meses, já outros falavam em 30 dias de validade após a saída de Cuba. Enfim, pessoalmente, questionei a atendente se os nossos passaportes estariam ok já que o do Cumbiquinho tinha 5 meses de validade após a saída de Cuba. A resposta foi um claro si señor! e a informação de que não existe regra de 6 ou 3 meses lá, bastando que seu passaporte seja válido durante toda a estadia em Cuba.

Mas como sempre fico desconfiado com informações dadas assim verbalmente sobre assuntos tão sérios, resolvi enviar um e-mail para a representação de Cuba no Canadá. Mas porque Canadá? Por dois motivos: primeiro porque as representações tanto em São Paulo quanto Brasília não responderam a tal questão nos e-mails que enviei; e segundo porque o Canadá é o país que mais envia turistas para Cuba.

Eis a resposta que também está no site deles: "Every person going to Cuba as a tourist needs a valid passport. The passport should be valid for at least 2 months after the date of return to Canada if you are holding a passport from a country that does not have Consular or Diplomatic representation in Cuba. For countries that do have Consular or Diplomatic representation in Cuba we recommend the Passports to be valid just for a week after the date of return."

Então, como o Brasil tem representação oficial (embaixada) em Cuba, o prazo para brasileiros é de 1 semana após a data de retorno.

Carimbo. Se em algum momento das suas pesquisas sobre o destino leu que era ruim ter um carimbo de Cuba no passaporte para fins de imigração ou visto para os EUA, esquece, isto já não é mais uma realidade, graças à recente reaprovimação dos dois países. Espero que assim Mr. Trump siga.

Detalhe importante: O visto é composto por dois pedaços de papel separados por um picote. Ao entrar no país eles destacam um lado; não perca o outro porque você precisa apresentar na saída.

Resolvida a última pendência para a viagem!


Quer receber mais dicas de viagem e saber quando saem os próximos posts?
Curta nossa página no Facebook, aqui.
Siga-nos no Twitter @cumbicao.
E no Instagram – Cumbicão.

Booking.com

2 comentários :

  1. Mais uma ótima dica!
    Cuba ainda não está na minha lista de destinos, mas quem sabe pode entrar?
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Uma vez, em Lima 1975, encontrei Cubanos-engenheiros em um congresso que é Pan-Americano bi-anual. Perguntei se eles iriam ao Rio quando fizessemos uma jornada no Brasil. "Si, como non?" Aí um colega disse-lhes, para riso geral no coffee break: "Pois é nós não poderemos comparecer se for em Havana!". Novos tempos, pena que os povos ainda insistem em possuir governantes.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida aqui