12 de novembro de 2016

TOP 10: Destinos para revisitar, sempre.

Que destino de viagem vocês gostariam de rever na janelinha do avião?
Não importa com que frequência nem para onde você costuma viajar, tem sempre aquele, ou aqueles lugares que você literalmente ama de paixão e que adoraria revisitar.
São aqueles destinos para os quais em momentos de stress ou divagação a mente saudosamente volta como que para literalmente reviver as boas experiências. Pode parecer poético demais, mas convenhamos que as nossas lembranças de viagem (e de vida) são os nossos bens mais valiosos.

Aqui em casa, sempre que a gente conhece um lugar novo, principalmente depois de digerida a viagem – sim, porque tem coisas que leva um tempo para assimilar – costumamos listar os destinos em três categorias: “não volto nem a pau” (raríssimos!); “tá visto e só volto se pintar uma oportunidade imperdível”; e aqueles do tipo “peraí que vou buscar meu passaporte” (que são aqueles pelos quais nos apaixonamos).

É verdade que no ímpeto de conhecer novos lugares, quase sempre, a gente acaba optando por novos destinos ao invés de revisitarmos destinos que gostamos. Mas isto não nos impede de cultivar a nossa listinha para futuras viagens e principalmente as boas lembranças das viagens feitas.

Eis então os TOP 10 do índice Cumbicômetro:

1- Japão:
Minha primeira paixão. Ah, ambos, o Japão e a Sra. Cumbicona. Kkkk
Não tem nenhuma ordem de preferência não, mas resolvi começar pela minha mais antiga paixão. Coisa de infância mesmo.

Como já disse na série de posts, a paixão pelo mais emblemático país do oriente começou quando tinha 1 ano e meu pai foi chamado para trabalhar 6 meses no Japão. Diante da oportunidade irrecusável ele topou o desafio e fomos todos morar lá.

Acontece que evidentemente eu não lembrava de nada e passei boa parte da vida ouvindo meus pais falarem como era a vida no Japão e tal. Em 2004 conseguimos finalmente retornar para relembrar o que vivenciamos. Foi uma viagem para lá de especial.

Mas aí a Sra. Cumbicona não conhecia o Japão... Nova oportunidade e embarcamos em 2013 para uma das viagens mais legais que já fizemos, passando por Tóquio e Kyoto. Como ela ainda estava grávida, o Cumbiquinho não conheceu o Japão... Xiiii, vou ter que voltar!!!

Além de ser um exemplo de modernidade e inovação, o destino conta com uma cultura simplesmente fantástica e um dos povos mais acolhedores e respeitosos que conhecemos nestes anos de viagem, motivo pelo qual o meu passaporte sempre terá uma folha em branco para novos carimbos do Japão!

Fazendo amigos do outro lado do mundo.
Fã incondicional de AC/DC, sempre tive sonho de conhecer a terra dos cangurus. Só não fazia ideia que iria ficar tão encantado pelo destino.

Como brinquei nos posts sobre a Austrália, a minha percepção pós viagem foi tão boa que costumo resumir mais ou menos assim o distante país: imagina que do dia para a noite o Brasil ficou desenvolvido, rico, com baixíssima desigualdade social. Some ainda um povo tão simpático quanto o nosso e belezas naturais que também fazem frente às brazucas com praias maravilhosas e muito sol. Pronto!

A Austrália é em certa medida o Brasil que já deu certo. Calma que a gente ainda chega lá!

Mesmo cidades grandes como Sydney, têm um clima diferente. Nota-se que diferentemente de outras grandes metrópoles, elas não vivem para trabalhar ou atingir metas pessoais, mas sim para serem felizes. Findo o expediente, pessoas saem para fazer exercícios ao ar livre, vão à praia, e crianças brincam pelas ruas. Enfim, a nossa impressão foi a de uma qualidade de vida nada menos que fantástica.

Dos lugares pelos quais já passamos que mais gostamos e que certamente moraríamos fácil!!!

3- Israel:
Sonho em simplesmente rever este país!!!
Israel surgiu no nosso radar meio que por acaso. Tínhamos uma viagem que inicialmente passaria por Grécia, Turquia e Egito, mas com a eclosão da primavera árabe e a confusão instalada no Egito, optamos por postergar a viagem para a terra dos faraós.

Com as pontas do roteiro fechadas, passamos a considerar outros destinos e surgiu a ideia de passar alguns dias em Israel. Confesso que não tinha tanta vontade de conhecer a Terra Santa, mas voltei de lá fascinado e querendo mais.

Quem gosta de história e cultura irá se deliciar com uma viagem para Jerusalém. A diversidade cultural em um espaço tão pequeno e milenar fazem de uma viagem ao destino algo único.

Para quem segue alguma religião ou se interessa pelo assunto então... Não dá para ficar indiferente diante da energia religiosa parece brotar de todos os cantos.

Pelas paisagens fantásticas e riqueza cultural Israel é uma figurinha especial do nosso álbum de viagens.

4- Havaí:
Havaí: simplesmente Aloha!
Se você surfa, pule para o próximo destino, já que não precisa de absolutamente nenhum outro argumento para viajar para o Havaí. Simplesmente se jogue!

Agora se você não é da turma que curte uma onda, mesmo assim vá para o Havaí.

Praias paradisíacas, cultura riquíssima, culinária de encher a boca de água, e um infraestrutura de primeira fazem do mais famoso arquipélago norte-americano um dos nossos destinos mais marcantes.

Mas o Havaí tem algo que nem mesmo a beleza das imagens ou palavras conseguem descrever que é a energia local, o tal do Aloha – palavra que tem vários significados, não à toa, todos positivos. Juro que antes de ir eu achava que era excesso de sol na cabeça de surfista. Mas estando lá percebi que é algo meio que mágico. Logo na chegada você é fisgado para sempre.

Entendo plenamente quem quer voltar todo ano!

5- Bali:
Bali: exótica e acolhedora
Já comentei isto inúmeras vezes e não me cansarei: Eu gosto de destino exótico! Ainda que hoje um pouco menos do que nos anos 80/90, Bali e exótico ainda são sinônimos, e espero que assim seja sempre.

Encravado no meio da Indonésia, e portanto no maior país muçulmano do mundo, a ilha de Bali tem cultura e religião totalmente distintas do restante do país, o que faz dela um destino único, mesmo na (para nós) tão diferente Ásia.

Sabe aquele lugar que parece ter uma energia especial? Bali é assim. Não é à toa que alguns turistas não resistem à beleza da paisagem local, à simpatia do povo balinês e ao charme de lugares como Ubud e resolvem ficar por lá mesmo.

Se estiver procurando por um super destino diferente, anote aí na sua lista: Bali!

6- Espanha:
Espanha sempre querida.
Dos países pelos quais já passei é mais um que consideraria morar em alguma altura da minha vida. Incrivelmente bem preparado para o turismo, a Espanha é o terceiro país que mais recebe turistas no mundo.

Por razões óbvias: muita história; rica cultura; uma culinária fantástica e paisagens das mais variadas, a Espanha é um prato cheio para o turista.

Já fiz duas viagens para a Espanha e a "terrinha" (afinal, vocês acham que os Avila vieram de onde???) tem um lugar cativo no coração do Cumbicão.

7- Bangkok:
Great Palace.
Eu até poderia colocar a Tailândia como um todo, mas acho que Bangkok tem um lugar ainda mais especial. Acontece que os templos e o exótico caos da capital tailandesa nos trazem memórias mais fortes.

Bangkok foi a nossa primeira parada da viagem pela Ásia com a Sra. Cumbicona grávida, em uma viagem que até certo ponto pensamos que fosse a nossa última grande aventura (#sqn!!! Kkkk), e que por conta disso curtimos cada segundo como se fosse o último.

Como destino, Bangkok sempre teve na minha lista na categoria sonho. Dentro do possível sempre tento ser contido com expectativas de viagem para não me frustrar, tanto que por mais que me empolgue bastante antes de qualquer viagem, tento conter as expectativas num nível mais realidade sem filtro e menos cartão postal.

De todos os destinos que já visitamos, um dos que melhor atendeu às expectativas foi a capital tailandesa. Por mais que seja uma cidade que se modernizou bastante, ela ainda guarda muito bem o charme exótico que só suas ruas apinhadas de street markets e templos maravilhosos consegue oferecer.

8- Zermatt:
Muitas vezes me pego "caminhando" pelas vielas de Zermatt.
A Suíça como um todo é encantadora e um destino que merece ser visitado e revisitado sempre. Numa primeira me dediquei apenas às grandes cidades, deixando de lado o interior do país, o que pude felizmente recuperar anos depois.

Quando estávamos programando a primeira viagem internacional com o Cumbiquinho procurávamos um destino que fosse tranquilo, interessante e ao mesmo tempo oferecesse uma boa infraestrutura geral.

Na linha de mundo da perfeição onde tudo é feito para funcionar como um relógio, a Suíça é imbatível.

E como nesta última viagem tivemos boa parte do roteiro dedicado às pequenas cidades, aquelas que estão mais para vilarejos aos pés dos Alpes do que qualquer outra coisa, conhecemos Zermatt, um vilarejo super charmoso junto ao Mattherhon.

Imagine uma cidade situada em um vale circundado de montanhas e cortada por um rio de águas cristalinas. Adicione aquelas típicas casas de madeira com suas floreiras coloridas e também hotéis aconchegantes. Isto é Zermatt.

Não parece um sonho?

9- Grécia:
Mykonos.
Não tem como fugir do delicioso clichê grego de casinhas brancas contrastando com o azul do céu e do mar grego. Quem vai para a Grécia pela primeira vez o faz para ver isto, e não se decepciona.

Claro que nem toda a Grécia é assim, mas sabendo escolher bem as ilhas e principalmente a época do ano, invariavelmente uma das recordações que fica é esta tão típica.

Mas a Grécia é mais que esta a paisagem do ideal coletivo. Ao viajante atento fica o gosto da deliciosa comida local e a simpatia do povo grego – eita gente boa!

Mesmo para nós que fomos para lá no meio daquela primeira confusão que culminou com a quebradeira do país e clima de guerra na praça Syntagma de Atenas, ficamos com um delicioso gosto de quero mais.

10- Istambul:
Hagia Sofia é só uma das grandes atrações de Istambul.
Estávamos aqui discutindo qual seria o número 10, já que não cabem todos os destinos. E divagando sobre viagens chegamos à conclusão de que no quesito experiências um destino que não poderia ficar de fora seria a mais famosa cidade da Turquia (capital é Ancara, ok?).

Começa que Istambul é a única cidade no mundo que está em dois continentes (Europa e Ásia, aliás os dois que mais curtimos). Mesmo sendo parte da Europa, ela tem um exotismo maravilhoso que decorre da cultura, arquitetura e religião muçulmana.

Ver uma mesquita por dentro pela primeira vez, tem um gostinho todo especial. O que dirá ser for uma das maiores e mais importantes do mundo. Se perder pelos bazares e provar os doces turcos são programas dignos de colocar numa lista de coisas para fazer antes de morrer. Isto para não falar no banho turco, que por si só já nos faz querer revisitar a mais incrível cidade turca.


E vocês, quais destinos gostariam de revisitar?

Quer receber mais dicas de viagem e saber quando saem os próximos posts?
Curta nossa página no Facebook, aqui.
Siga-nos no Twitter @cumbicao.
E no Instagram – Cumbicão.

2 comentários :

  1. Excelente post! Pretendo visitar todos eles

    ResponderExcluir
  2. Que lista maravilhosa! Infelizmente só conheço Istambul mas os outros destinos também estão na minha listinha.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida aqui