4 de abril de 2017

Dicas dos Emirados Árabes: Ferrari World, o parque perfeito para quem ama velocidade.

Ferrari World.
Já faz algum tempo que os Emirados Árabes, especialmente Dubai, têm expandido as suas atrações turísticas para o rentável campo dos parques de diversão. Penso que tudo começou com os parques aquáticos como o maravilhoso Atlantis the Palm.

Mas engana-se que Abu Dhabi ficou para trás neste quesito, pois lá está nada menos que o único parque que tem como tema uma marca de carro: o Ferrari World.


Seja você fã ou não de carros esportivos ou da marca, há de convir comigo que nenhuma marca tem um apelo comercial tão grande ao ponto de ter uma legião de fãs ao redor do mundo como a Ferrari.
Foi nas pistas que o time do Enzo fez a fama.
Basta olhar as arquibancadas da F-1 tingidas de vermelho de tanta gente torcendo pelo carro vermelho que carrega o escudo do cavalo rampante.

Com um tamanho equivalente a 7 campos de futebol, e sendo considerado o maior parque de diversões indoor do mundo, a marca de carros esportivos italiana uniu-se aos emires de Abu Dhabi para construir o único parque temático voltado exclusivamente para uma marca de carros. E olha, fizeram bonito!

Algo que chamou muito a nossa atenção foi a qualidade geral do parque. Desde as atrações em si quanto o atendimento são excelentes. Fiquei muito bem impressionado com o nível da experiência. Particularmente, de não fosse o idioma nas placas, diria que é um parque de Orlando, com aquele clima de tudo perfeito e feito para você se divertir sem preocupação. Nota 10.
Se não fossem as placas em árabe, dava para dizer que era Orlando.
Excelente programa para crianças também.
Passa-se fácil uma tarde ali curtindo as atrações que vão desde pequenas exposições com os veículos da marca à simuladores de corridas, e as incríveis montanhas russas. Aqui um mapa completo das atrações.

Na época da nossa visita eram apenas duas montanhas russas: a Fiorano GT Challenge e a Formula Rossa.

A Formula Rossa tem ao todo 2km de extensão, o que faz dela a segunda mais longa do mundo. Ela nem chega a ser tão alta, não tem loopings ou parafusos, mas a grande sacada ali é a aceleração. Tão rápida quanto uma legítima Ferrari, ela vai de 0-240km/h em míseros 4 segundos.
Formula Rossa.
Ela é tida como a montanha russa mais rápida do mundo. Com um arranque incrível que te leva a 240km/h, simula (dentro do possível!) como seria uma acelerada de F-1. A partida tem direito até a luz verde, como numa largada de F-1 mesmo.

É praticamente uma piscada de olhos e já foi. A velocidade é tamanha que quem senta na primeira fileira tem o rosto deformado pelo vento que açoita sem dó. Praticamente um teste de elasticidade da pele. Quer saber se o botox está em dia? Faça um teste na Formula Rossa. Kkkkk
Luz verde e um segundo depois você já está lá em cima.
Não tem looping, mas nem precisa porque a diversão aqui é a velocidade.
A sensação de velocidade não fica só no estilo de F-1 do carrinho.
A coisa é tão intensa que o parque fornece aqueles que vão na primeira fileira, óculos de sky-dive para proteger os olhos. Dá até para sentir o aperto no peito dada a intensidade da aceleração.

Ainda bem que a freada não é brusca!

E como você não pode levar a sua GoPro para filmar o passeio, segue um vídeo promocional do Fernando Alonso e do Felipe Massa testando a Formula Rossa:



Já na Fiorano GT Challenge, dois carrinhos competem entre si numa corrida de pouco mais de 1km à uma velocidade de 98km/h. E como o sistema é aleatório, cada vez um chega na frente.

Mas é só isso? Sim, depois da Formula Rossa, qualquer coisa fica simples. Daí porque uma sugestão seja talvez deixar a Formula Rossa por último, senão você corre o risco de achar a Fiorano GT Challenge meio sem graça...
Na Fiorano GT Challenge dois carrinhos correm lado a lado.
Atualmente, além da Formula Rossa e Fiorano GT Challenge, o parque conta com as recém-inauguradas Turbo Track e Flying Aces.

A Turbo Track é a mais nova atração do parque. Nela os visitantes são postos no que seria a simulação de um test drive e lançados a 102km/h em um trilho que sobe verticalmente 60m para fora do enorme telhado do parque dando um giro em espiral e caindo em gravidade zero por uma fração de segundos. Deve ser animal!

Já na Flying Aces você entra em uma montanha russa que busca simular um voo em um daqueles biplanos da Primeira Guerra Mundial. Aqui o grande trunfo é o looping em parafuso. Aliás atualmente o mais alto do mundo.

Outra área bastante interessante é a dos simuladores, a Scuderia Challenge. Existem dois tipos. Os primeiros, e em maior número são na verdade grandes cadeiras articuladas com volantes e pedais originais super-realistas – eu já me divertiria muito tendo um destes em casa! O mais legal é que você corre não contra o computador, mas contra as pessoas que estão nos outros cockpits. Modéstia à parte, dei um corro na galera!
Quanto será que custa um "brinquedinho" destes?
Que PS4 o que? Quero um simulador de F-1 para gente grande como este.
Mas já me contentaria com este que é bem legal. Ao acelerar dá um tranco e tanto.
Agora o giro sobe mesmo nos dois simuladores (um esportivo e outro um F-1) que são carros de verdade presos em plataformas articuladas diante de um telão. Você está dentro do carro, com tudo quanto é direito e pilota em uma experiência que para ser real mesmo fica faltando apenas o vento no rosto. Coisa de outro mundo. Para estes você precisa agendar e há um custo adicional de uns 100 AED.

Infelizmente vacilei e não reservei (precisa!) o kart indoor na Karting Academy. A pista nem era tão grande, mas deve ser bem divertido. Quem quiser um pouco mais de emoção, mas aí com um custo realmente alto, dá para alugar uma Ferrari de verdade para dar umas voltas no Driving Experience.
Karting Academy.
Mas se quiser dá para alugar uma destas.
E não pensem que o parque tem atrações apenas para os adultos, existem excelentes atrações para os pequenos também.

Uma das mais bonitinhas é a Bella Italia, uma pista que lembrou muito a Tomorrowland Speedway do Magic Kingdom. Nela os pequenos “pilotam” modelos clássicos da Ferrari em uma viagem pela Itália. O Cumbiquinho adorou, tanto que para tirar ele do brinquedo não foi nada fácil. No meio ainda existe uma série de carrinhos e barcos de controle remoto para brincar.
Bella Italia.
Difícil foi tirar o Cumbiquinho da Ferrari.
Na Speed of Magic os visitantes entram em um carrinho no melhor estilo parque dos EUA para uma aventura junto com o personagem Nello para procurar a chave do carro. Cheio de efeitos especiais em 4D, a atração é bem interessante, e o legal é que como alguns carrinhos têm cadeirinha para crianças pequenas, dá para ir com elas tranquilamente.

Por fim, há um cinema no estilo IMAX chamado Viaggio In Italia onde a bordo de um esportivo e com uma poltrona que simula cada movimento do carro você viaja pela Itália. Bem divertido.
Há ainda um kart para crianças maiores.
E tem um parquinho bem legal também.
Em um estilo parecido há a Driving with the Champion, onde você acompanha um piloto pelas estradas de Maranello, a terra natal da Ferrari.

Além dos brinquedos e simuladores das montanhas russas e simuladores, existe a Galleria  Ferrari que conta a história da marca apresentando vários modelos de tudo quanto é ano.
Galleria Ferrari.
Ferrari 156, um clássico das pistas.
E uma Ferrari 512 TR. 
Como não poderia ser diferente, existe uma loja da marca. Olha já vi algumas lojas da Ferrari espalhadas por aí, mas nenhuma como esta. Dá para chamar de mega-store mesmo. Pena que os preços são altíssimos, só mesmo para uma lembrancinha.
Literalmente uma megastore da Ferrari. 
Assim como qualquer outro parque de diversões, é bom evitar as sextas-feiras e finais de semana. Tem gente que diz que o parque é mais cheio pela manhã em relação à tarde.

O parque fica na Yas Island, funciona todos os dias das 11h00 às 20h00. O ingresso custa a partir de AED 275 (na data deste post), mas existem outras modalidades que incluem vouchers de compras e fast pass (acho desnecessário porque as filas não me pareceram grandes).

Um detalhe importante é que você não pode levar nenhum dos seguintes itens: "This includes meals, large snacks, sodas, juices, alcohol and other similar items." – existem boas opções de restaurantes e lanchonetes lá com preços razoáveis. Para quem quiser, eles alugam carrinhos de bebê ao custo de 40 AED/dia. O estacionamento é gratuito – exceto se você utilizar o serviço de valet que custa 35 AED.
Os lanches têm um preço ok.
Abaixo um vídeo com um pouco de como foi o passeio:



Preciso dizer que é um dos principais programas de Abu Dhabi, especialmente para quem curte carros?


Quer receber mais dicas de viagem e saber quando saem os próximos posts?
Curta nossa página no Facebook, aqui.
Siga-nos no Twitter @cumbicao.
E no Instagram – Cumbicão.

Booking.com

6 comentários :

  1. Parabenizando pelo detalhado post, uma dúvida:

    Quanto tempo recomenda para aproveitar o Ferrari World (sem criança - apenas um casal de adultos)?

    Considera possível fazer, com calma, em um único dia, a mesquita pela manhã e o Ferrari World pela tarde/noite OU ficaria corrido demais?

    Planejo 4 a 5 dias para Abu Dhabi (tirarei um ou dois dias para curtir a praia do hotel), mas, como será no final do ano, terei ainda o Louvre para visitar e devo dar um pulo em Dubai para o Soulk do Ouro, além de visitas a shoppings... por falar em shoppings, o de Abu Dhabi fica a dever aos de Dubai? Preços equivalentes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, obrigado.
      Olha dá sim, especialmente se você chegar cedo na mesquita. Só não deixe para chegar ao parque muito depois do almoço porque ai talvez fique corrido. O parque, diferentemente dos de Orlando, é pequeno em termos de extensão.
      Preços nos shoppings acho que é o mesmo. Só mesmo no Brasil para as coisas terem preços diferentes de uma cidade para a outra. Em termos de shopping, pela variedade e beleza, sou muito mais os de Dubai (Emirates Mall e Dubai Mall).
      Confira os nossos posts sobre Dubai.
      Abraço e boa viagem!

      Excluir
  2. Agradecendo pela celeridade ímpar na resposta, mais um incômodo: pelo que senti da resposta, seria meio "apertado", correto?

    Melhor fazer um dia Mesquita (manhã ou tarde) e curtir o hotel depois... outro dia, Ferrari World (manhã ou tarde) e curtir hotel. E um dia ir lá em Dubai... ou não seria tão "apertado" o tempo para os dois em um único dia se sair bem cedo?

    Por fim, é tão seguro assim locar carro e nos deslocarmos entre Abu Dhabi e Dubai??? Tenho relativo receio por ser país árabe e, sozinho, com minha esposa, ter de pegar estrada... táxis entre Abu Dhabi e Dubai sairiam caro demais, correto?

    Muito obrigado!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo contrário. Acho que se voce tiver um ritmo de viagem bom, dá para conhecer as duas atrações no mesmo dia.
      Só precisa confirmar os horários para ver se encaixam.
      Some ainda que não existe trânsito lá! :)
      Passar um dia só em Dubai? Acho muito pouco. Conhecendo as duas cidades, Dubai tem bem mais atrações que Abu Dhabi.
      As estradas e regras de trânsito lá são super favoráveis. Táxi só mesmo para curtas distâncias, entre as cidades sairia uma fortuna.
      Espero ter ajudado.

      Excluir
  3. Não tendo palavras para agradecer, informo que já conheço Dubai... dai apenas desejar passar em Dubai para shopping e Soulk do ouro....

    Até porque não faz nosso estilo de viagem visitar prédios e o passeio do deserto (que fizemos em Dubai)... mas como teremos de passar por Abu Dhabi, a ideia é aproveitar para relaxar em um hotel TOP com diária interessante e frente mar (em Dubai, seria muito mais caro), aproveitando para ir ao novo Louvre, a Mesquita e o Ferrari World... mas, claro, já que está por lá, dar um pulo de um dia em Dubai... até pq o preço das joias, há 7 anos atrás, era INFINITAMENTE inferior ao daqui e com qualidade dos diamantes inacreditável!!!

    Dai a ideia: ficar 4 dias (contando o da chegada)... 2 dias curtindo o hotel e a praia e 2 dias divididos entre Dubai (Soulk do ouro e Shoppings) e Abu Dhabi (Mesquita e Ferrari World... claro que, final da tarde, sem praia no hotel, shopping de Abu Dhabi...rsrs).

    Acha que fica legal e que dá tempo de fazer, claro que acordando bem cedo???

    Mais uma vez, MUITÍSSIMO OBRIGADO!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que dá, principalmente acordando cedo.
      Às vezes é difícil, mas o segredo de fazer a viagem render penso ser este.
      Boa Viagem!!!

      Excluir

Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida aqui