7 de junho de 2017

Tensão Pré-Viagem (TPV): Como lidar com a ansiedade.

Você não vai querer chegar em um lugar destes mal-humorado, vai? (Maya Bay)
Dias destes estava aqui em casa fazendo uma espécie de autoanálise e notei que fico um tanto quanto ansioso e às vezes até meio chato antes de uma viagem. Tudo começa com uma certa fixação pelo assunto, e evolui para uma leve inquietação e apreensão.

Se você achou que o título deste post é exagero ou que é frescura, saiba que a tal Tensão Pré-Viagem (TPV) existe sim. E digo mais, é apenas o nome específico de algo cada vez mais comum, e que atinge muitas pessoas, em maior ou menor grau, quando estão diante de situações das mais variadas possíveis como vocês verão abaixo. A ansiedade.


Tem gente que tem insônia, medo, mal humor, problemas para concentrar-se e eventualmente outros como problemas gástricos ou até palpitações.

E não estou só falando de viajar não. Pode ser qualquer outra coisa legal que acontece na nossa vida, que tenhamos planejado muito, que não acontece sempre ou que queremos muito. Quer alguns exemplos: casar (quer coisa mais complexa que isso???); nascimento de um filho (tem coisa mais esperada e maluca que isso???); organizar uma festa onde você não quer fazer feio; e outras tantas situações da nossa vida.

Ah, isso é frescura! Sei não... Conversando dias destes com uma colega ela às vésperas de uma viagem de férias, ela mencionou que sente o mesmo. Conversa com um aqui outro lado, e notei que a coisa é verdade mesmo.

Não importa se você tem passaportes recheados de carimbos ou esteja foleando seu passaporte fresquinho de novo. Aposto que se você curte viajar já passou por isso pelo menos no seu grau mais leve. Duvida? Olhe para si mesmo e se pergunte quantas vezes bateu um certo frio na barriga com preocupações do tipo: Está tudo pronto? Já chequei tudo mesmo? Não falta nada? Vai dar tudo certo? E se isso? E se aquilo?

Aposto que agora vocês se identificaram!

As causas são as mais diversas possíveis, mas estão na sua maioria ligadas ao fato de nos colocarmos em situações de desafio e que por isso mesmo nos tiram da chamada zona de conforto, daquela rotina que embora chata, nos traz o conforto da previsibilidade.
Medo de voar é só uma das causas da TPV.
Viajar envolve necessariamente colocar-se em maior ou menor grau de risco. Você vai para um lugar mais distante que seu trajeto casa-trabalho-casa, por exemplo. Você é colocado em situações em que tem que lidar com idiomas que não compreende, pessoas de culturas e hábitos diferentes do seu. Expor-se a toda sorte de imprevistos. Quem viaja por conta ainda tem um medo a mais que é o famoso: "estou por conta, será que vou conseguir fazer tudo dar certo?" Isto para não falar no tal medo de voar, certamente a situação mais difícil de lidar e que demanda ajuda de um profissional.

Não estou dizendo que viajar não é bom não. Muito pelo contrário, tanto que estamos aqui conversando faz tanto tempo. E mais, estes receios e o sabor de superá-los não só fazem parte da viagem como dão uma deliciosa sensação de vitória, e às vezes até mesmo de adrenalina dependendo do tamanho do desafio ou perrengue que se encara.

Mas voltando à tal da TPV, vamos combinar que sentir-se assim às vésperas de algo tão legal assim não é nada bacana, senão desnecessário.

Como lidar com essa ansiedade e chegar na hora H o mais tranquilo possível para curtir ao máximo? Bem não sou especialista, mas tenho na manga algumas dicas que funcionam para mim:

- Tenha um plano de ação: liste todas as providências a serem tomadas e classifique elas por prioridade. Não adianta comprar um determinado passeio super caro se você nem definiu por exemplo o seu roteiro de viagens ou não comprou as passagens - se possível guarde esta lista para situações futuras, afinal espero que você esteja sempre viajando. Liste coisas do tipo passaporte; vistos; passagem; hotéis; transfers; moeda estrangeira; e etc.;
Conheça um pouco dos arredores do hotel e o sistema de transporte local.
- Não deixe as coisas para a última hora: sei que isto pode ser difícil para muita gente porque é da natureza do ser humano postergar. Mas saiba que tem coisa importante que não pode ser deixada para depois. Não adianta por exemplo querer renovar o passaporte 1 semana antes de viajar;

- Tenha uma folga de tempo para imprevistos: isto é importante para que você possa lidar com coisas que podem acontecer às vésperas. Imagina que surja algo importante e inadiável às vésperas da viagem e você ainda tem que arrumar as malas, ir atrás de hotel, ou seja lá o que for. Vai por mim, não vai ser legal.
Não chegue ao aeroporto em cima da hora.
- Arrume as malas antes: não precisa ser um maluco como eu que às vezes arruma as malas 15 dias antes. Mas também não precisa ser aquele cuca fresca que arruma as malas com o táxi para o aeroporto buzinando na porta de casa. Aliás se você é daqueles que não gosta de arrumar as malas e acha que perde muito tempo fazendo isso, uma sugestão: tenha e guarde uma lista do que precisa levar – garanto que você fará as malas em minutos e o melhor, nunca mais esquecerá nada.

- Entretenha-se com informações sobre o destino: nos dias que antecedem a viagem procure ler sobre o destino ou por exemplo assistir filmes que o tenham como cenário. Isto te ajudará não só durante a viagem para que você possa curtir ao máximo, mas também antes como uma forma de sentir-se mais seguro, eis que em parte já saberá o que esperar pela frente. Vale até mesmo ver pelo Google Maps e Street View os arredores do hotel. Particularmente para mim ajuda muito por ser uma forma de realizar mentalmente a jornada.
Entretenha-se lendo sobre o destino.
- Cuide de você mesmo: embora isto deva ser uma regra para sempre, penso que é certamente o item mais importante. Capriche mais nas semanas que antecedem a viagem nos cuidados pessoais. Alimente-se melhor e durma bem. Uma alimentação balanceada e estar bem descansado não só te auxiliará a suportar melhor o jet-lag como também irá ajudar que você não fique doente antes, durante ou depois da viagem. Já voltei doente de muitas viagens e conversando com um médico, ele me disse que normalmente somos pegos pelas pequenas doenças como gripes e etc justamente no momento em que o corpo enfraquecido relaxa, leia-se: nas férias. É como se baixássemos a guarda.
Procure descansar, o máximo possível.
- Faça uma atividade física moderada: é senso comum que atividade física ajuda a aliviar todo o tipo de stress, que dirá uma ansiedade mais simples como essa. Além disso, se você puder praticar alguma atividade na véspera da viagem, melhor ainda. Certamente isto irá ajudar também a dormir melhor no voo. Só não vá exagerar e se machucar!

- Tente minimizar as preocupações: antecipe-se se precavendo com o que pode dar errado, reservando os hotéis e confirmando dias antes da viagem; contrate um seguro viagem pois os custos de despesas médicas no exterior podem ser bem altos; reconfirme os horários dos voos na véspera; tenha mais de um meio de pagamento das suas despesas de viagem no caso de imprevistos; chegue cedo ao aeroporto; e etc.


Espero que as dicas acima ajudem. Agora se tem cura eu não sei. Cura mesmo só quando sinto que saímos do solo! :)

Quer receber mais dicas de viagem e saber quando saem os próximos posts?
Curta nossa página no Facebook, aqui.
Siga-nos no Twitter @cumbicao.
E no Instagram – Cumbicão.

2 comentários :

  1. Insônia e inquietação Diogo, só passa depois do check-in com duas taças de vinho na sala VIP !!! Adorei seu post, achava que só eu tinha isso !

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida aqui