25 de setembro de 2017

Dicas do Uruguai: Onde e o que comer?

Deixe a dieta em casa e se jogue nas delícias de Montevidéu.
Montevidéu é uma cidade que convida à boa comida e às guloseimas. Se você é adepto de dietas, espere sofrer com as delícias locais, já que pouco ou nada ali é diet ou light. Mas se você quiser passar bem mesmo na capital uruguaia, a melhor alternativa é se entregar à boa comida local e às excelentes opções de lugares para comer. Depois é só queimar as calorias adquiridas na Rambla!


Comecemos pelo mais típico. Não dá para falar de comida em Montevidéu sem falar das carnes maravilhosas carnes uruguaias preparadas em uma típica parrillada (churrasco tradicional). Se você gosta de carne, o Uruguai é o paraíso!

Tanto o corte quanto o modo de preparo é muito especial.
Só de ver as carnes na brasa já dá fome. Pena que internet não transmite cheiro... é de matar de vontade!!!
Ao fazer o seu pedido, seja bem específico ao pedido o ponto da carne. Normalmente sempre peço bem passado porque gosto de carne ao ponto para bem passado, e invariavelmente ela vem quando muito um pouco acima de mal passada. Sabendo que os uruguaios são mega experts em carnes e rigorosos com isso, resolvi sempre pedir ao ponto. Não erraram um! Todos os cortes vieram certinhos.

Mas onde comer carne em Montevidéu?

Existem vários lugares, mas a maioria dos turistas acaba tendo o primeiro contato com a parrillada em um dos pontos mais turísticos da cidade, Mercado del Puerto. Ali existem vários restaurantes que oferecem o prato. Uns mais famosos e outros menos.

Estivemos duas vezes na capital uruguaia. Na primeira oportunidade almoçamos no Estancia del Puerto e na segunda optamos pelo famoso El Palenque. Por mais que às vezes a gente tenha uma certa tendência a considerar que nem sempre os lugares mais turísticos sejam os melhores para se comer, fiquei muito impressionado com a qualidade de parrillada do El Palenque.
Sente-se no balcão como os locais!
Na foto pode até parecer pequeno o pedaço de carne, mas vai por mim, não é não.
A porção é generosa, vem no ponto exato e muito, mas muito saborosa. O preço não é dos mais baratos, mas compensa pelo sabor e qualidade da refeição. Uma sugestão: coma sentado no balcão apreciando as carnes na grelha para uma experiência mais autêntica.

Se bater aquela vontade de comer um hambúrguer, a minha sugestão é o Moderno Bar que fica dentro do Hotel Hyatt Centric. Suculento e preparado com a excelente carne local é uma ótima pedida juntamente com as fritas rústicas.
Moderno Bar, ambiente delicioso.
Drinque com pipoca.
O hambúrguer é uma delícia.
Em Colônia del Sacramento, um restaurante bem gostoso e que indico é o Mesón de la Plaza que tem um menu bem variado com destaque para massas e carnes. Delicioso!
Carne com molho de queijo e uma espécie de nhoque de batata do Mesón de la Plaza.  
Se você é formiga como eu, irá amar Montevidéu por uma simples razão: o maravilhoso doce de leite uruguaio.

Os mineiros que me desculpem, mas não tem doce de leite como o uruguaio. Só mesmo provando para entender. Uma das marcas mais conhecidas é a Lapataia, que é feito sem a adição de conservantes e aditivos. Mesmo sendo vendido em tudo quanto é canto da cidade, os preços mais em conta e variedade você encontra nos supermercados da cidade.
Pode encher a mala!
Se você comprar doce de leite para trazer para casa, não deixe de levar uma mala que possa ser despachada, já que para mala de bordo existe o limite de 100ml por frasco na bagagem de mão. E embora no passado não fosse permitido trazer este tipo de item, hoje a vigilância sanitária brasileira não cria qualquer problema.

Juntamente com o doce de leite, outra instituição local é o alfajor. Tão bom quanto ou até melhor que o argentino, e de tudo quanto é tipo e tamanho, é algo que aqueles que gostam de doce irão adorar.
Alfajor artesanal com amendoim.
Para quem gosta de sorvete, a pedida são as lojas da rede Freddo. Dispensa comentários. Existem várias filiais em Montevidéu. Não perca!

Uma das coisas mais legais de Montevidéu é simplesmente caminhar pelas ruas e parar em um café para tomar algo e comer um docinho. Embora encontrar um bom café seja relativamente fácil, resolvi fazer uma lista com algumas sugestões:

- Café Brasilero: provavelmente o mais tradicional da cidade, foi fundado mais de 130 anos atrás. Serve tanto doces quanto salgados. Vale experimentar a pasta frola, uma torta doce à base de manteiga e recoberta de doce de leite ou goiabada; o sanduíche olímpico (pão de miga, presunto, queijo, ovo cozido, alface e tomate); e a pasqualina (torta salgada recheada de verduras e ovo cozido). O "brasilero" do nome remete à procedência dos primeiros donos, dois sócios que teriam nacionalidade tupiniquim. Fica na Ciudad Vieja, na R. Ituzaingó, 1.447.
Café Brasilero.
Crepe com sorvete
Olha só este café!!!
- Amaretto Bakery Café: um café bem charmoso. Fica na 21 de Setiembre 2998;

-  Café Oro del Rhin no Shopping Punta Carretas (tem outras unidades pela cidade).
Café Oro del Rhin.
- Medialunas Calentitas: para quem curte um croissant o lugar é uma perdição. Tem franquias em tudo quanto é canto. Fica na 21 de Setiembre 2982;

Se você é como nós e não abre mão de ir a um supermercado, Montevidéu tem excelentes estabelecimentos para você ir comprar um queijo, vinho e doce de leite para um pique-nique de quarto, por exemplo. Sugiro as unidades da rede Disco como a dentro do Punta Carretas Shopping e a Tienda Inglesa em Pocitos.

Com este post finalizamos a série sobre Montevidéu, e nos vemos em um outro giro pelas capitais da América Latina.

Quer receber mais dicas de viagem e saber quando saem os próximos posts?
Curta nossa página no Facebook, aqui.
Siga-nos no Twitter @cumbicao.
E no Instagram – Cumbicão.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida aqui