11 de fevereiro de 2018

Como requer a Autorização Eletrônica para Viajar (eTA) para o Canadá.

As Montanhas Rochosas são só um dos grandes atrativos (créditos: Destination Canada)
Por mais que a mídia tenha alardeado tempos atrás que brasileiros não precisariam mais de visto para viajar para o Canadá, isto não significa que para ir para o Canadá seja só pegar um avião e pronto. Você ainda vai precisar de uma Autorização Eletrônica de Viagem (eTA em inglês) ou de um visto propriamente dito, dependendo dos fatores que vamos apresentar abaixo.

Mas e aí? Qual documento devo requerer? Qual o procedimento?

COMO REQUERER A AUTORIZAÇÃO ELETRÔNICA DE VIAGEM (ETA)

Antes de responder a tal questão devemos esclarecer que a Autorização Eletrônica de Viagem é na prática um visto simplificado, algo que poderia ser comparado ao visto eletrônico ou visa on arrival (visto na chegada) que alguns países aplicam.

Mas quando então devo requerer um ou o outro?

Pelas regras atualmente vigentes, tem direito a requerer uma eTA, e portanto fica dispensado do procedimento de solicitação padrão de visto de viagem, o passageiro que for ingressar no Canadá por via aérea E que tiver um visto válido para entrar nos EUA ou um visto para entrar no Canadá expedido nos últimos 10 anos.

Vejam que eu destaquei o "E” porque você precisa preencher os dois requisitos. Se preencher um só, vai ter que pedir um visto.
O formulário nem abre para seguir se você não responder afirmativamente à chega por avião e possuir um visto para os EUA.
Ok, mas e se eu estiver vindo dos EUA? Se for de avião, não tenho dúvidas que a eTA basta, já que você preenche os dois requisitos, entrar por via aérea e portar um visto dos EUA válido. Agora se for cruzar a fronteira de qualquer outra forma que não por um posto de imigração dentro de um aeroporto, tem que ter visto.

O site do governo canadense ao explicar o funcionamento do eTA lista apenas a via aérea, e por mais que não exclua o transporte terrestre ou marítimo, o que não está contido na norma deve ser considerado como vedação.

Veja que ao tratar da questão do visto x eTA, o site da Air Canadá informa "Nota importante: Para embarcar em um navio, bem como para fazer um cruzeiro que navegue por águas canadenses e atraque em porto canadense, por menor que seja o tempo de estadia, é necessário visto do tipo VISITOR (temporary resident)."

E em neste link deixam mais claro ainda: "Dirigindo dos EUA para o Canadá chegando de ônibus, trem ou barco, incluindo cruzeiros marítimos para o Alasca (mesmo se não planeja desembarcar em porto canadense): Você precisará solicitar um visto." E "Viajando entre o Canadá e os EUA em uma combinação de avião, trem, carro ou barco: Você precisará solicitar um visto."

Ou seja, se não for ingressar pela via aérea, solicite um visto e pronto.

E se eu entrar por via aérea, sair do Canadá para os EUA, por exemplo em Niágara Falls, onde a fronteira é muito comumente atravessada por turistas e resolver voltar? Eu ouvi relatos de pessoas que conseguiram, mas que para tanto tiveram seus passaportes carimbados na entrada por via aérea e na volta dos EUA para o Canadá, argumentaram com o oficial da imigração que estavam apenas retornando.
Se você tem uma eTA, resista à tentação de cruzar para os EUA em Niágara Falls. (créditos: Destination Canada)
Olha, eu não arriscaria, já que o oficial pode fazer uma interpretação mais literal da lei e considerar que cada entrada deve isoladamente respeitar os requisitos da eTA e simplesmente não deixar você entrar. Vamos combinar que na prática ele está apenas cumprindo a lei? Se você pretender fazer algum trecho nos EUA por via que não aérea, peça um visto e evite dor de cabeça.

A eTA tem validade de 5 anos (ou até que o passaporte expire), dentro dos quais você pode viajar para o Canadá (sempre por via aérea) para viagens de turismo; negócios; trânsito (se for usar o Canadá apenas como escala – às vezes aparecem promoções para NY, por exemplo com escala lá); ou intercâmbio com até 6 meses de duração.

Um detalhe importante é que tem muito site por ai que se diz autorizado para receber seu requerimento de eTA, porém o único autorizado é o website do Governo do Canadá. Fuja de qualquer outro.

Para fazer o seu requerimento você vai precisar do seguinte:

- passaporte;
- cartão de crédito;
- endereço de e-mail.
  
O formulário é bem simples e fácil de preencher, há até um passo-a-passo fornecido pelo governo canadense para te ajudar no preenchimento das informações. Se você estiver preenchendo ele para algum membro da família, lembrando que deve ser um por pessoa, é preciso que você forneça algumas informações pessoais.

A taxa é de apenas 7 dólares canadenses (uns R$ 19).
Depois de preenchido o formulário, abre-se esta tela.
Não mais que minutos depois de efetuar o pagamento já recebi um e-mail da imigração do Canadá noticiando a aprovação da eTA e um número de referência se eu precisar consultar ela mais tarde. Precisa imprimir? Aparentemente não, eles dizem que tanto a imigração quanto a empresa aérea terão os documentos no sistema. Na dúvida, melhor deixar o e-mail ou um print da aprovação na nuvem ou celular.

Mas e qual a validade do passaporte exigida para entrar no Canadá?

Infelizmente o consulado nem a embaixada do Canadá fornecem esta resposta. Segundo as informações constantes no site da Air Canadá, a validade do passaporte deve cobrir o período da estadia. Eu, na prática e sendo mais conservador, prefiro seguir a regra dos 6 meses para não ter problema em país algum.

Se você não se enquadrou nos requisitos da eTA acima, não tem como, é preciso solicitar o visto. Tempos atrás meus pais resolveram ir para lá. Chegaram em voo direto da Air Canada, mas como saíram do território canadense e tiveram que voltar para ele depois de um cruzeiro para o Alasca, não se enquadraram nos requisitos do eTA e tiveram que pedir o visto normal.
Site para requerimento do visto para o Canadá.
O visto do Canadá deve ser solicitado perante a empresa VFS.Global (salvo engano é a mesma que administra o visto dos Emirados Árabes que está para caiar). Logo, é um serviço prestado por uma empresa provada ao governo canadense. Mais uma vez, existindo um canal como este oficialmente estabelecido, ignore qualquer outro resultado que o Google possa te indicar pois são terceiros te empurrando aquilo que você mesmo pode fazer.

Todo o processamento é feito perante um Centro de Solicitação de Vistos (CSV), bem parecido com aquele que existe para os solicitantes do visto aos EUA. Os postos estão situados em São Paulo, Rio de Janeiro de Brasília.

Para conhecer em detalhes o procedimento de visto para o Canadá, visite o site da VFS.Global.

Canadá aí vamos nós!!!


Quer receber mais dicas de viagem e saber quando saem os próximos posts?
Curta nossa página no Facebook, aqui.
Siga-nos no Twitter @cumbicao.
E no Instagram – Cumbicão.

2 comentários :

  1. Boa explicação. Realmente entrando por via terrestre ou marítima (cruzeiro, por ex.) no Canadá é necessário ter o visto tradicional que o Canadá chama de "Temporary resident" (não traduza ao pé da letra é de TURISTA mesmo! ) O visto tradicional emitido usando a VFS (Av. das Nações - SP) demora bastante se não for recebido o passaporte de volta pelo correio. Ou seja é incrível que indo em pessoa lá para buscar é mais demorado que via Correios. Só no Brasil mesmo. Mas, dá certo.

    ResponderExcluir
  2. Complementando, mesmo que seu cruzeiro saia e volte para o Canadá é necessário ter visto tradicional. Contratando uma empresa Americana ou Canadense para comprar um cruzeiro não se preocupe, eles vão orientá-lo para ter visto, se você não for Americano, Canadense, Europeu, etc.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida aqui