2 de outubro de 2016

Dicas de Orlando - Islands of Adventure: O parque mais radical da Universal.

Mais um dia de Universal Studios.
Mais um dia de Universal Studios, desta vez no Universal's Islands of Adventure, o parque mais novo da franquia. Inaugurado em 1999, o Universal's Islands of Adventure pode ser considerado como uma extensão do Universal Studios, já que as atrações seguem as mesmas linhas e se completam.


Penso que para não ter que fazer um parque gigantesco ao ponto de ficar impraticável a visitação única, a Universal resolveu dividi-lo em dois.

Mas não pensem vocês que ao me referir como uma extensão estou menosprezando o parque. Longe de ser um puxadinho, coisa que aliás não existe em Orlando, o Universal's Islands of Adventure faz por merecer e muito a visita. Eu particularmente acho que ele é até melhor que o Universal Studios tradicional.

Dividido em 6 ilhas diferentes, o parque é muito bem construído e a atenção aos detalhes faz com que você se sinta realmente num mundo à parte.

Assim como fizemos no Universal Studios, sugiro que vocês comecem explorando o parque por aquelas atrações que são mais concorridas, o que neste caso tem nome e sobrenome: Harry Potter. A parte do The Wizarding World of Harry Potter que fica ali (só lembrando que não existe um parque do Harry Potter, mas sim atrações dele em ambos os parques), chamada de Hogsmeade que representa a cidade homônima dos livros.
Hogsmeade com direito a neve artificial e tudo.
Fã fazendo mágica diante da vitrine.
Inaugurada em maio de 2010, portanto já com quase 6 anos, esta área do parque ainda é a mais frequentada, e portanto a que tem as maiores filas. Para dicas de como evitar ou encarar as filas nos parques de Orlando, leia este post e se viaja para lá com crianças este aqui.

Nela a ambientação da vila de Hogsmeade é perfeita. Das charmosas construções até a neve artificial nos telhados, tudo foi pensado para fazer você se sentir dentro dos filmes do bruxinho. Pelas suas ruas, muitas das lojas como a loja de varinhas do Olivaras (Olivanders Wand Shop) e de roupas (Dervish and Banges) – não, ainda não tem aquela capa da invisibilidade?

Vamos direto à principal atração da área: a Harry Potter and the Forbidden Journey que fica dentro do Castelo de Hogwarts. O castelo que é enorme e pode ser visto de vários pontos do parque já seria uma atração em si.
O castelo é simplesmente gigantesco.
A fila da Forbidden Journey é disparada a melhor fila de Orlando. Não pelo tempo de espera é claro, mas sim pelo que você curte enquanto espera. Ao percorrer a fila você vai passando pelos cômodos do castelo e vendo desde aqueles típicos jornais e quadros com imagens que se movem até fantasmas que passam voando. Imperdível!!! Uma hora de fila ali passa voando.

Como o cenário do castelo é muito legal, quem quiser apenas ver o seu interior sem ir na Forbidden Journey pode pegar uma entrada especial para passear por ali. Como a entrada é meio escondida, pergunte aos funcionários do parque que ficam por ali.
Dos famosos quadros que se movem.
À hologramas que mostram cenas dos filmes, é disparada a melhor fila de Orlando.
Com um cenário tão legal assim, estava até esquecendo da atração em si... Quem nunca vez sonhou em voar em uma vassoura? Mesmo que as suas aspirações à bruxa/bruxo não sejam lá muito grandes, convenhamos que seria uma mão na roda, ou melhor, no cabo, ter uma destas para enfrentar o trânsito!

Na Forbidden Journey você embarca em um carrinho juntamente com outras três pessoas para curtir uma simulação do que seria um voo de vassoura pelos cenários do filme. O carrinho gira para tantos lados e o cenário é tão bem feito que você até se esquece que está num brinquedo.

Pode ter certeza, é uma das melhores atrações de todos os parques de Orlando!

Esta é a única atração de Hogsmeade que não aceita o Universal Express, o “fura fila” oficial. Altura mínima de 1,21 m.

Uma dica para quem tem pertences: como não há lugar para deixar as coisas dentro do carrinho, você tem que deixá-las do lado de fora no guarda volumes que às vezes tem uma fila quase que tão grande quanto a da atração em si. Se você tiver algo para deixar guardado, precisa primeiro ir para a fila do guarda volumes e depois para a fila da atração.

Mesmo que depois do castelo tudo possa parecer pouco, ainda existem algumas outras atrações que valem a visita.
O Hogwarts Express faz o caminho entre os dois parques da Universal, mas apenas para quem tem passes do tipo Hopper (dois parques em um dia).
A primeira delas é a Dragon Challenge é uma das montanhas russas mais radicais do parque. Nela dois conjuntos de carrinho correm paralelamente e você vai com as pernas penduradas. Altura mínima de 1,37m. Excelente dose de emoção e também é preciso deixar os pertences em um guarda-volumes – não se esqueça disso porque se te pegarem no detector de metais, terá que voltar até o armário.

Já a Flight of the Hippogriff é bem mais calma e atende parte do publico infantil. Nela você embarca no hipogrifo, uma mistura de grifo (criatura lendária com cabeça e asas de águia e corpo de leão) com cavalo. Altura mínima de 0, 91 m.

Mas voltando às ruas de Hogsmeade, as quais sugiro que você gaste um tempo observando, não deixe de conferir a curiosa loja de balas e doces Honeydukes (Dedosdemel), uma loja que vende supostos doces mágicos e com sabores realmente estranhos que vão do verme, vômito, sujeira, cera de ouvido e outros. Dizem que os sabores são realmente bizarros.
Pelas ruas tem também Cerveja Amanteigada.
Suco de abóbora.
E a loja Olivanders, para comprar a sua varinha mágica.
Quem for a qualquer banheiro em Hogsmeade poderá ouvir os sussurros da personagem Murta ecoando nas paredes. Confesso que achei meio sinistro.

Se o parque acabasse aqui já estaria excelente, mas o Universal Studios não se limita à Harry Potter. Além do The Wizarding World of Harry Potter existem outras 6 áreas com muito mais o que ver. Até fiquei achando que num dia cheio realmente não dê para ver tudo.

Mas vamos lá!

Saindo do The Wizarding World of Harry Potter chega-se à ilha do Jurassic Park que é dedicada à série de filmes que ganhou um bom fôlego com a sequência Jurassic World.
Jurassic Park, se reinventando e ficando mais interessante.
Papai, tem um dinosauro saindo do mato!
Mesmo sendo uma área mais antiga do parque, fiquei muito bem impressionado com a qualidade tanto das atrações quanto ambientação feita com dinossauros são super realistas. Realmente tem-se a impressão de estar na remota ilha cheia de dinossauros.

Ali a principal atração é a Jurassic Park River Adventure, um passeio de barco que começa bem tranquilo e de repente fica para lá de radical (e molhado). É uma das melhores atrações do parque. Só fique esperto porque molha um pouco, ok! Muito para falar a verdade – molha tanto que existem máquinas secadoras pagas para quem precisar se secar. Altura mínima de 1,06m.
No Jurassic Park River Adventure o banho é gratuito. Juro, molha muito!
Já o secador é pago. ;)
Já as demais atrações desta área não têm o mesmo impacto. O Pteranodon Flyers é um gira-gira que imita os répteis voadores (Altura mínima de 0,91m); o Camp Jurassic é um playground para crianças inspirado na franquia; e o Jurassic Park Discovery Center é um centro de informações sobre dinossauros (ok, este é mais interessante e vale ver se você tiver tempo sobrando).
Pteranodon Flyers.
A loja do Jurassic Park é uma perdição.
Uma atração bem interessante é a Raptor Encounter onde um robô simula muito, mas muito bem um velociraptor. O robô é tão realista que se não fosse o contexto seria enganado fácil. Imagina as crianças!
De longe o Cumbiquinho estava achando tudo interessante.
Mas coitado, ficou meio assustado com o Velociraptor cafungando no pescoço!
Quem visitar a ilha a partir do verão de 2016 poderá conferir a atração Skull Island Reign Of Kong do King-Kong que infelizmente estava sendo finalizada quando da nossa visita. Dizem que será demais!
Pena que não deu para ver o King-Kong.
Dos dinossauros para a área mais colorida e divertida do parque. Numa primeira vista a Toon Lagoon pode parecer ser interessante apenas às crianças. Mas ocorre que a maioria dos personagens ali retratados são típicos de quem já passou dos 30, 40 ou 50 anos. Nas ruas desta parte do parque, muitos dos personagens de desenhos animados clássicos como por exemplo o Recruta Zero e Popey.
Toon Lagoon, a ilha dos desenhos animados clássicos.
Até os adultos se rendem.
Zero, parte da minha infância.
Disparado a área mais simpática do parque, só a decoração e o colorido da ilha já valem a visita.

Se o dia estiver quente, aproveite para refrescar-se na Popeye and Bluto´s Bilge-Rat Bargs uma atração do Popeye onde você embarca num barco que percorre uma série de corredeiras. Ao menos que você queira sair molhado, lembre-se de pegar aquela capa de chuvas esperta que sugerimos neste post. Ah, e fique esperto porque a garotada ainda fica nas margens atirando água com “espingardas”. Altura mínima de 1,06m.
Você desce corredeiras super rápidas em um bote destes.
Entre uma curva rápida e outra toma um tremendo banho!
Minha jaqueta à prova de água resistiu bem, já a calça... Mas me diverti demais.
Aproveite que você já está molhado (ou com a capa à mão) e vá para a atração ao lado, a Dudley Do-Right´s Ripsaw Falls, onde você embarca em um daqueles carrinhos que caem na água. Altura mínima de 1,11m.

O Me Ship, The Olive é um playground em formato do navio do Popeye. Bem bonito, mais um lugar para deixar as crianças menores brincando à vontade.
Me Ship, The Olive.
Amantes de quadrinhos e da Marvel não podem deixar de visitar a Marvel Super Hero Island. Juntamente com a área do Harry Potter, esta é uma das áreas mais concorridas do parque, o que pela qualidade da ambientação e atrações é plenamente justificável.
Sensação de ter caído no meio de um cartoon.
Uma das atrações imperdíveis desta ilha é a The Incredible Hulk Coaster, uma enorme montanha russa cheia de loopings cujo trajeto começa numa subida em um túnel escuro onde é contada a história do personagem. Ao fim da narração, a brincadeira propriamente dita começa. É uma das montanhas russas mais top da Flórida. Altura mínima de 1,37m. Infelizmente estava fechada para renovação na data da nossa visita. #Snif !!!

Ali perto, numa mistura de montanha russa e cinema 3D está a The Amazing Adventures of Spider-Man. O sincronismo das imagens com os movimentos, e algumas outras sensações como calor e respingos de água fazem dela uma das grandes atrações do parque (e de toda Orlando). Coloque na sua lista como imperdível!!! Altura mínima de 1,01m.
The Amazing Adventures of Spider-Man, uma das melhores do parque.
Tem medo de altura? Então passe longe do Doctor Doom’s Fearfall. Mas se você gosta mesmo de adrenalina esta atração é para você. Diferentemente de outros elevadores que simplesmente despencam (como se isso fosse pouco), aqui ele também sobe em alta velocidade. Altura mínima de 1,32m. Simplesmente adorei!
Doctor Doom's Fearfall.
Meio que sem graça perto das demais atrações, sugiro passar direto pela Storm Force Accelatron que nada mais é do que uma daquelas atrações tipo xícaras malucas. Pule! Aliás, pule e corra para as lojas desta parte do parque que têm coisas bem legais:
Fofos!
Consegue identificar todos?
Ah, e não deixe de aproveitar para ver os super heróis em carne e osso. Confira ai a reação do Cumbiquinho com o herói favorito dele:
Ficou tão encantado que nem olhava para a foto.
Quem procura por atrações para os pequenos viajantes irá se surpreender coma a Seuss Landing que tem como personagem central o Gatola na Cartola - salvo engano passa no Discovery Kids. Se você tem filhos pequenos, não deixe de conferir.
Seuss Landing, a área das crianças menores.
Hora de descansar as pernas e deixar eles gastarem energia!
Muitos brinquedos são com água, o que é excelente no verão, mas no inverno...
A principal atração da área é o The Cat In The Hat; um carrinho onde você percorre uma história do personagem Gatola na Cartola. Também não poderia faltar um belo carrossel, o Caro-Seuss-el – lindo mesmo!

If I Ran The Zoo é mais um playground para crianças pequenas com muitos brinquedos que molham.
Tudo mega colorido.
A grande atração é o carrossel.
Seuss Landing.
Se tiver tempo, pegue o The High in the Sky Seuss Trolley Train Ride!, um trenzinho suspenso que percorre toda a área e dá boas vistas do parque. Altura mínima de 0,86m.

Por mais que o nome seja sim atrativo, uma área que eu acho que deixa a desejar no Islands of Adventure, principalmente se considerarmos o nível das demais atrações do parque, é a The Lost Continent.
Poseidon's Fury, olhando de fora parece super legal. #SQN!
Eu particularmente passaria direto por esta área do parque, cujas atrações se resumem a um show de acrobacias feitas por dublês (The Eighth Voyage of Sindbad Stunt Show); um show que com luzes e sons conta a história de um aprendiz de arqueólogo que desperta a fúria de Poseidon (Poseidon’s Fury) – quem olha a atração de fora acha o máximo, mas dentro é uma decepção só: você fica indo de uma sala para a outra acompanhando o arqueólogo tentando fugir do templo. Sério, não perca seu tempo!

Como já falamos bastante a respeito do valor do ingresso, inclusive os macetes para comprar, para não repetir tudo novamente aqui, sugiro a leitura do post sobre o Universal Studios

Exceto a Forbidden Journey, todas as atrações aceitam o "fura fila" oficial, o Universal Express.  Mas sinceramente, melhor economizar uma grana e utilizar as filas de Single River, onde você vai ao lado de um estranho. Elas andam muito mais rápido.

Single Riders, essencial.
O parque abre todos os dias às 9h00, mas o horário de fechamento varia muito ao longo do ano, indo de 19h00 até 22h00 – confira aqui o horário oficial.

Abaixo um vídeo com uma amostra do nosso passeio no Islands of Adventure:

  
Quer receber mais dicas de viagem e saber quando saem os próximos posts?
Curta nossa página no Facebook, aqui.
Siga-nos no Twitter @cumbicao.
E no Instagram – Cumbicão.

Booking.com

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sugestão ou dúvida aqui